diversão & arte

Os melhores festivais de verão da Suécia: o sol sai, os vikings piram

Por Ricardo Moreno -

Há quem diga que a Suécia é tão desenvolvida socialmente que beira o tédio.

De fato, durante o inverno escandinavo nada de muito interessante acontece.

Por isso, com a chegada do verão, os suecos se desentocam.

E as cidades acontecem em toda a sua plenitude.

Estar nas ruas, nos parques, fazer piqueniques (eles são obcecados por churrasqueiras portáteis), mergulhar nos lagos e dançar, literalmente, até o sol se pôr (o que só acontece lá pelas 11 horas da noite) vira condição sine qua non de quem vive na região.

Festas de rua e festivais de música pipocam por todos os lados.

Tudo dentro do absurdo – e invejável – senso de responsabilidade sueco: nada de lixo deixado para trás, policiais corteses e extremo cuidado com o meio ambiente.

Ou seja, por mais radical que possa parecer um evento, ele terá mais cara de um domingo familiar no parque do que um bate-cabeça ao som de Rob Zombie. Mesmo que, no palco, o próprio Rob Zombie esteja grunhindo “Dragula”.

Way Out West
Quando: 13 a 15 de agosto
Onde: Gotemburgo
Artistas: Beck, Florence + The Machine, Pet Shop Boys, Soak, Alt-J, Belle & Sebastian, Caribou, Patti Smith, Ratatat, Say Lou Lou, The War On Drugs, entre outros.
Quanto: € 100 a € 200
Site:wayoutwest.se

Desde 2007, o festival atrai cerca de 30 mil pessoas por ano ao parque Slottskogen, em Gotemburgo, no sudoeste do país. Há algumas regras meio estranhas, que só acontecem na Suécia, mas é bom segui-las se não quiser ser retirado do evento. Uma delas: stage dive e crowd surfing são proibidos. Ou seja, artistas não podem executar seus saltos ornamentais do palco em direção ao público. A comida servida é 100% vegetariana e o consumo de álcool está permitido apenas em locais específicos.

Way Out WestRodrigo Rivas Ruiz/imagebank.sweden.se


Gröna Lund
Quando: até 25 de setembro
Onde: Estocolmo
Artistas: Lenny Kravitz, Basshunter, The Offspring, Molly Sandén, Tomas Ledin, Weird Al Yankovic e outros
Quanto: € 11 a € 25
Site: gronalund.com
O parque mais famoso da cidade, o Gröna Lund, recebe uma série de apresentações musicais que vão de Lenny Kravitz (3 de agosto) a Ola Salo (3 de setembro). Os ingressos custam € 11 e € 23, dependendo horário do evento. Por € 2 a mais você pode se divertir o dia todo no Tivoli Park, que também fica ali, e é repleto de montanhas-russas, roda-gigante e outros 20 brinquedos mais e menos radicais.

Gröna LundFoto: Divulgação


Stockholm Music & Arts
Onde: Estocolmo
Quando: 1 e 2 de agosto
Artistas: Tori Amos, José González, Thåström, Hello Saferide, Beth Hart, Timbuktu & Damn!, Anna Ternheim e outros
Quanto: € 85 a € 140
Site:stockholmmusicandarts.com
Durante dois dias, artistas de peso como José González, Tori Amos e Hello Saferide revezam-se no palco do mais aguardado festival de verão de Estocolmo. Mais do que música, no entanto, há eventos para toda a família, como exposições de arte e workshops.

stockholm music and arts https://www.google.com/maps/d/u/2/embed?mid=zkwWYsleO4Tk.kF6Bs5Zq3nSA]


Getaway Rock Festival
Quando: 6 a 8 de agosto
Onde: Gävle
Artistas: Rob Zombie, Black Label Society, Ghost, Status Quo, Helloween, Hammerfall, Accept, Backyard Babier, Takida e outros
Quanto: € 185
Site:getawayrock.se

Uma vez por ano, a pacata e asséptica cidade de Gävle, a 170 quilômetros ao norte de Estocolmo, na costa leste, se transforma no berço do heavy metal na Suécia. É um dos maiores festival do gênero na Escandinávia, reunindo headbangers dos vizinhos Dinamarca, Noruega e Islândia, além de outros países da Europa. Apesar de line-up pesado, que neste ano tem como principal convidado o norte-americano Rob Zombie, o clima é amistoso – menos para os ouvidos.

Getaway Rock FestivalFoto: Divulgação

bannersponsoredvolvo