Air France + The Summer Hunter

25 lugares para comer moules-frites em Paris

Por - 12/01/2017

Belgas e franceses jamais chegarão a um acordo sobre a origem da inusitada combinação de mexilhões com fritas. A despeito da discórdia, toneladas de moules-frites são devoradas em pubs, brasseries e bistrôs de ambos os lados da fronteira. Ainda que seja típico do norte da França, o prato também é um clássico em Paris, sobretudo nas centenárias brasseries e nos bares especializados em cervejas belgas. Nos restaurantes focados nos frutos do mar, a receita costuma aparecer segundo a disponibilidade do produto fresco, como plat du jour, principalmente nos meses de calor. Em qualquer caso, esqueça a frescura, s’il vous plaît, coma com as mãos e lamba os dedos, literalmente.

Crédito de foto: divulgação/Léon de Bruxelles

01.
Académie de la Bière
88Bis Boulevard de Port-Royal
+33 01 4354-6665
academie-biere.com

A fortaleza do lugar é seu arsenal de cervejas belgas. Tem 12 exemplares de barril e mais uma grande variedade engarrafada. A receita das moules-frites, o petisco oficial do bar, varia conforme o dia.


02.
Au Pied de Cochon
6 Rue Coquillière
+33 01 4013-7700
pieddecochon.com

Esta tradicionalíssima brasserie abriu em 1947 e nunca mais fechou, literalmente. Serve clássicos franceses 24 horas ao dia, incluindo todas as partes possíveis do porco, que é a estrela do cardápio. O suíno invade até mesmo o território das moules, em uma receita inspirada no mítico restaurante Chez Hortense, em Lège-Cap-Ferret (perto de Bordeaux), que leva presunto e outros ingredientes.


03.
Le Bar Belge
75 Avenue de Saint Ouen
+33 01 4627-4101
barbelgeparis.fr

Tem mesinhas enfileiradas na calçada e um acolhedor interior com piso quadriculado e balcão de madeira. O forte, aqui, é a lista de matadoras cervejas belgas na pressão (incluindo a Delirium Tremens, com 9% de teor alcoólico) e de garrafa. Diante da potência das espumosas, convém forrar o estômago com uma das seis receitas de moules-frites. Em tempo: uma delas leva cerveja.


04.
Bar Martin
24 boulevard du Temple
+33 01 4357-8237
bar-martin.fr

Comidinha de mãe francesa com um toque incrementado na hora do almoço e tapas para embalar as taças de vinho no jantar: eis a proposta deste neobistrô aberto em 2014 pelo barman Loïc Martin. O menu a preço fixo muda diariamente, e as moules-frites, impecáveis, costumam aparecer na lista, principalmente no verão. Fique atento: os pratos do dia são sempre listados no Facebook.


05.
Brasserie Barbés
2 Boulevard Barbés
+33 01 4264-5223
brasseriebarbes.com

Representa com louvor a safra de neobrasseries que está ganhando força em Paris nos últimos anos. Sinal dos tempos: além de um restaurante e um café, também tem bar e pista de dança espalhados por seus quatro andares com jeitão de loft nova-iorquino. Nas moules-frites, porém, prevalece a tradição: molho à base de vinho branco.


06.
Brasserie Mollard
115 Rue Saint-Lazare
+33 01 4387-5562
mollard.fr

Com mosaicos italianos e teto de madeira trabalhada, o décor desta brasserie fundada em 1890 é listado entre os monumentos históricos da cidade. Era um dos endereços mais elegantes da capital — e a pompa se mantém em plena forma até hoje. Ostras, vôngoles, lagostins, camarões e outros frutos do mar estão entre as especialidades — e as moules-frites são servidas segundo a temporada.


07.
Chez Eugene
17 Place du Tertre
+33 01 4606-7349
chezeugene.fr

Em uma das pracinhas que ainda conservam a alma artística de Montmartre, este café icônico é dominado por um enorme vitral colorido, sob o qual há um alegre carrossel (com direito a cavalinhos). Serve várias receitas de moules-frites e tem música ao vivo à noite.


08.
Chez Jenny
39 Boulevard du Temple
+33 01 4454-3900
chez-jenny.com

O fundador dessa charmosa brasserie dos anos 1930, Robert Jenny, nasceu em Estrasburgo, na região da Alsácia. Dali provém grande parte das receitas da carta — e a explicação para as roupas típicas das atendentes. Serve a versão mais clássica de moules-frites, a marinière, que é feita com molho à base de vinho branco.


09.
Clichy Tavern
128 B Boulevard de Clichy
+33 01 4294-9965

Endereço boêmio e despojado em Montmartre, fica aberto a noite inteira. Serve uma interminável lista de cervejas, provenientes de países como Austrália, Alemanha e República Tcheca. Mas a ênfase é nas todas-poderosas belgas. A cocote de mexilhões carrega uma porção suficiente para encher meio balde, e as batatas são parrudas e bem-feitas.


10.
Dunkerque
1 Avenue Trudaine
+33 01 4281-1134
cafedunkerque.com

O voo solo do chef Gilles Lambert, formado no lendário La Tour d’Argent, é uma brasserie adaptada ao século 21. O look industrial é levado às últimas consequências, com paredes de latão, muito concreto e mesas rústicas. As moules-frites são preparadas com o célebre creme da cooperativa d’Isigny e acompanhadas de batatas sequinhas. Para molhar a garganta, além de vinhos e cervejas, também tem coquetéis bem criativos.


11.
Juste
48 Rue Lafitte
+33 09 8234-9029
facebook.com/restaurantjuste

Um dos lugares mais certeiros para comer mariscos em Paris, esta “cantina do mar” simples e acolhedora vai direto ao assunto: o menu varia conforme os produtos da temporada, grande parte deles proveniente da Bretanha. Siga a página do restaurante no Facebook para saber quando as celebradas moules-frites da casa estão disponíveis. E fique atento: a Juste só abre de segunda a sexta!


12.
La Coupole
102 Boulevard du Montparnasse
+33 01 4320-1420
lacoupole-paris.com

No coração de Montparnasse, a La Coupole é uma das brasseries mais conhecidas de Paris. Em estilo art déco, forrada de obras de arte, tem ostras frescas da Bretanha e da Normandia, pratos homéricos de frutos do mar e, frequentemente, moules-frites como prato do dia.


13.
La Mascotte Montmartre
52 Rue des Abbesses
+33 01 4606-2815

Paredes forradas de madeira e grandes espelhos, lustres rebuscados e garçons vestidos à moda antiga compõem o visual desta brasserie clássica que não fecha jamais (que tal um jantar às 3 da matina?). Um dos bons lugares de Paris para degustar ostras, também costuma incluir os moules-frites no menu a preço fixo, composto de dois pratos e vinho. Telefone para reservar e confirmar a presença da iguaria na carta.


14.
L’Alsace
39, Avenue des Champs-Élysées
+33 01 5393-9700
restaurantalsace.com

Em plena Champs-Élysées, o salão com mais de meio século de história é dominado por um bar redondo sob um lustre grandioso. A cozinha é especializada em receitas da Alsácia e inclui uma farta porção de moules-frites servida em uma cocotte. Tem uma das mais amplas cartas de vinho por taça da cidade, que abrange as principais regiões vitivinicultoras da França, incluindo Champagne.


15.
Lazare
Parvis de la Gare Saint-Lazare
+33 01 4490-8080
lazare-paris.fr

Dentro da Gare Saint-Lazare, serve cozinha típica de brasserie. Mas os ares são modernos na decoração e no ambiente, com mesinhas intimistas cercadas de cadeiras de design escandinavo, pé-direito alto e um belo piso de mosaico. Tem uma carta francesíssima — com direito a foie gras e escargot — , reforçada por pratos do dia que, frequentemente, incluem uma generosa porção de moules-frites.


16.
Au Trappiste
4 Rue Saint Denis
+ 33 08 9165-9113
autrappiste.fr
Ótima pedida para fugir da atmosfera retrô que impera nos universo das moules-frites. Tem pegada hipster e reproduções de antigos tonéis de cervejas de marcas famosas no décor. Serve 20 tipos de cerveja de pressão e mais de uma centena de rótulos engarrafados. Os moules aparecem em quatro versões: ao vinho branco, com creme, com queijo azul e ao curry. As fritas devem ser pedidas à parte.


17.
Le Bouillon Belge
6 Rue Plachat
+33 01 4370-4103

Este acolhedor boteco especializado em cerveja belga serve moules-frites para petiscar, assim como outras tapas saborosas. Às quartas, a partir das 20h, distribui a iguaria à vontade para os clientes, até a última concha.


18.
Le Bruant
59 Rue des Abbesses
+33 01 4606-5508

Este café tipicamente parisiense ocupa uma esquina poética de Montmartre. Popular entre os moradores do bairro, tem uma extensa carta de clássicos franceses, incluindo meia dúzia de variações de moules-frites. A iguaria pode ser preparada ao curry; com vinho branco e chalotas; com queijo azul de Auvergne; à provençal, com tomates frescos e azeite de oliva; à moda da Normandia, com champignon e creme de leite; ou com crème fraîche e chalotas.


19.
Léon de Bruxelles
63 Avenue des Champs-Élysées
+33 01 4225-9616
leon-de-bruxelles.fr

É o império das moules-frites em Paris, com dez unidades espalhadas pela cidade, incluindo uma na avenida Champs-Élysées. Longe de ser um achado guardado a sete chaves pelos locais, a rede tem boa reputação e garante produtos frescos (ou seja, vivos até o momento da cocção). As frites são feitas com a variedade Bintje, a batata perfeita para dourar no azeite. Serve nove receitas do prato. A mais famosa é a que leva o nome da casa, com vinho branco e crème fraîche da célebre cooperativa normanda de Isigny Ste-Mère.


20.
L’Ecallier de L’Ebeniste
76 rue Boursault
+ 33 01 4226-2202
lecaillerdelebeniste.fr

Azulejos antigos, paredes de pedra e um grande balcão de mármore compõem a decoração deste lugar que parece uma versão cool de uma casinha de pescador francês. As ostras e os pratos de frutos do mar são o carro-chefe da casa, mas os cobiçados moules de bouchot costumam aparecer segundo a disponibilidade do produto fresco no mercado. Tem uma carta de vinhos compacta e certeira para harmonizar com conchas e crustáceos.


21.
Le Consulat
18 Rue Norvins
+33 01 4606-5063

Este café legendário já serviu artistas como Renoir, Monet, Cézanne e Van Gogh. Ocupa um fofíssimo sobradinho em uma esquina de Montmartre, com disputadas mesinhas na calçada, ideais para observar o movimento do mais boêmio dos bairros parisienses. Serve a versão mais clássica de moules-frites (mexilhão cozido no caldo de vinho branco), em porção generosa. Para acompanhar, tem três opções de brancos e uma de rosé por taça.


22.
Le Grand Colbert
2 Rue Vivienne
+33 01 4286-8788
legrandcolbert.fr

Listada entre as brasseries mais cool de Paris pela edição francesa da revista masculina GQ, tem um verdadeiro catálogo do patrimônio gastronômico francês em sua carta, mas serve mexilhões espanhóis (de altíssima qualidade, é bom ressaltar!), entre outros frutos do mar. As fritas devem ser pedidas à parte. Tem um piso espetacular de mosaico, luminárias art nouveau, vasos de plantas distribuídos por todo o salão e atmosfera boêmia.


23.
L’Îlot
4 Rue de la Corderie
+33 06 9512-8661
lilot-restaurant.com

Listado entre os melhores locais de Paris para comer frutos do mar pela edição local da revista Time Out, este lugarzinho charmoso e despretensioso no bairro do Marais serve conchas, peixes, ceviche e belos defumados. Os mexilhões à moda da casa são puxados no estragão. Aceite a nossa dica e peça as batatas à parte. O cardápio resume-se a um quadro negro na parede.


24.
Moule Walker
Itinerante
Siga no facebook.com/moulewalke
ou Twitter (@moulewalke)
+33 02 3181-4003
moulewalker.com

Um dos lugares do momento para comer moules-frites em Paris não tem endereço fixo. O cobiçado food truck preto e amarelo circula por mercadinhos e eventos arrastando um crecente séquito de fãs. O Moule Walker, ou mexilhão ambulante, em bom português, prepara cinco receitas da especiaria. A mais criativa é a L’Andaluse, que leva tomate, pimentão e chouriço. O prato é servido em um kit de “mãos livres”, verdadeira classe executiva da street food: uma bandeja que pode ser pendurada no pescoço e tem espaço para o copo, o prato e, claro, o cone das indispensáveis batatas fritas.


25.
Tribal Café
3 Cour de Petites Ecuries
+33 01 4770-5708

Às quartas e quintas, a partir das 9 da noite, serve uma porção de moules-frites grátis com qualquer bebida. Ou seja, prepare-se para beber e comer até dizer chega. Também é famoso pelo preço amigável das cervejas e dos vinhos, um alento na capital francesa.


Confira todos os endereços no mapa interativo abaixo:

*Este post faz parte do especial do The Summer Hunter patrocinado pela Air France.

 

Populares