Destinos

13 endereços pra fazer o brunch dos sonhos em São Paulo

Por - 16/04/2017

Fazendo uma ponte entre o café da manhã e o almoço, o brunch é a refeição vital dos preguiçosos. E ele nunca esteve tão na moda, com novos endereços oferecendo um cardápio especial em várias partes de São Paulo. Uma mistura das palavras inglesas breakfast (café da manhã) e lunch (almoço), ele costuma acontecer aos finais de semana, entre o final da manhã e o começo da tarde. No cardápio, a regra é não ter regra. Além de todas as delícias matinais tradicionais, há lugar para de tudo um pouco – como sanduíche com abacate, ceviche, caponata de jaca e prosecco, servidos nos endereços a seguir que selecionamos junto com o Expedia Brasil. Bom apetite!

Atenção: este post foi atualizado no dia 26 de setembro de 2017 com novos lugares e informações, valores e horários atualizados. A imagem que abre o post é meramente ilustrativa.

Conexão Manhattan
Na filial brasileira instalada no Itaim Bibi, a atmosfera nova-iorquina está tanto na decoração inspirada no cenário original do primeiro P.J. Clarke’s, inaugurado em 1884, quanto no brunch (R$ 74) com sotaque americano. Enquanto um músico toca saxofone ao vivo, aos finais de semana, das 10h às 15h, são servidas panquecas, waffles, tortas, pães e frutas.
Rua Dr. Mario Ferraz, 568


Chá sem a rainha
O nome da Teakettle, que em português significa chaleira de chá, já sugere a inspiração da proprietária Sylvia Rodrigues, que se dedicou a estudar o universo das plantas medicinais. Entre as 150 variedades de chás, servidos em pequenos bules de 250 ml (R$ 9), estão o de laranja, menta ou de rosas com cranberry, o preferido dos clientes. Aos domingos, das 10h às 14h30, eles acompanham o brunch (R$ 68), que oferece uma cesta de pães com geleia caseira, ovos mexidos e tapioca.
Rua Alexandre Dumas, 1049


Bem bolado
O sanduíche que leva abacate, ovos mexidos e coalhada, assim como o pão de fermentação natural produzido por Hanny Guimarães, são algumas das estrelas do brunch (R$ 55) servido aos sábados, das 10h às 15h, e no último domingo do mês, no mesmo horáriom no HM Food Café, dos sócios Hesli Carvalho e Murilo Nogueira. O menu acompanha suco, café e um doce. Além da gastronomia, o local também abriga oficina de motos e salão de beleza. A poucos passos dali está o Sesc Pinheiros, que oferece uma programação cultural variada o ano todo.
Rua Ferreira de Araújo, 1056


Clima de verão
As paredes grafitadas e os jovens descolados sentados em banquinhos ou nas mesas dispostas na calçada dão o tom do Urbe Café Bar. Nos finais de semana, o brunch (R$ 38) começa a ser servido às 9h e segue às 15h. O combo leva salada de frutas, iogurte com granola, bolo caseiro, cesta de pães e suco de laranja. Para acompanhar, experimente o refresco urbano, que leva mel, limão e capim santo.
Rua Antônio Carlos, 404


Café de hotel
Não é preciso reservar um quarto para conhecer o sofisticado hotel instalado na Rua Oscar Freire. Nos finais de semana, o Emiliano abre as portas para um brunch (R$ 179) servido do meio dia às 16 horas. Na hora de escolher entre os 36 itens inclusos no cardápio, não deixe de experimentar os famosos ovos beneditinos. Se a fome estiver mais com cara de almoço do que de café da manhã, há pedidas como o carpaccio de carne com molho de mostarda dijon.
Rua Oscar Freire, 384


Pode levar os amigos
Entre as oito unidades do Sweet Pimenta em São Paulo, só a do Itaim Bibi oferece o brunch (R$ 62), sempre aos domingos. As receitas se dividem em três mesas e são servidas das 10h às 17h. Na primeira estação estão as saladas, que podem acompanhar pratos quentes como a quiche de alho poró ou a torta de brie e nozes. Há ainda um espaço dedicado exclusivamente às sobremesas. Aproveite as mesas grandes espalhadas pelo salão para reunir a turma no final de semana.
Rua Dr. Mario Ferraz, 577


Fresquinho sem frescura
QG e cozinha do e-commerce S Simplesmente, que vende comidinhas saudáveis e sustentáveis – com ingredientes orgânicos e sazonais fornecidos pela Fazenda Santa Adelaide –, a Casa S oferece um “sunday brunch” (R$ 65), das 10h às 16h. Waffles veganos e salada de lentilha rosa com molho de gengibre, espinafre e chutney de cebola roxa são alguns dos destaques.
Rua Mourato Coelho, 1008


English style
O tradicional english breakfast entra em cena aos finais de semana no brunch a la carte servido até às 16h na Camden House, no Itaim: linguiça, dois ovos fritos, cogumelos paris grelhados, tomate assado, bacon, pão e feijão compõem o grandioso prato, que custa R$ 42. Aproveite para visitar a vizinha Galeria Marilia Razuk, sede de boas mostras de arte contemporânea.
Rua Manuel Guedes, 243


Café com história
Fundada nos anos 70, A Fundação Maria Luisa e Oscar Americano é um refúgio no caos urbano. Ali, o brunch (R$ 75) é servido de terça a domingo, das 10h às 15h, na sala de chás e tem vista para o enorme jardim. Pães frescos, empadas, mini-cheesecakes e tortas diversas estão entre os muitos itens oferecidos.
Avenida Morumbi, 4077


Da roça, mas requintado
Projetado para ser um pedacinho do interior na cidade, com decoração rústica, hortas no jardim e cheirinho permanente de bolo recém-saído do forno, a Padoca do Maní, da chef Helena Rizzo, serve o “Brunch Padoca” (R$ 49), em que figuram delícias como tostada de salmão defumado, saladinha verde com granola salgada e torradinhas de focaccia com creme de queijo e ervas. Durante a semana é servido das 7h30 às 19h30; aos sábados até às 17h30; e domingo, 14h.
Rua Joaquim Antunes, 138


Très chic!
Croque monsieur, ovos de codorna confit e ceviche de salmão são apenas alguns dos pratos que constituem o variado brunch dominical das 12h às 15h do Ruella de Pinheiros (o endereço original, na Vila Olímpia, e o recém-aberto na rua Mário Ferraz, apesar de igualmente charmosos, não oferecem essa opção no menu de fim de semana). Doces como profiteroles de Nutella e merengue de framboesa completam o banquete, servido no beco que reproduz uma viela do sul da França. Custa R$ 78.
Rua Vupabussu, 199


Al fresco
Preparado com os produtos entregues pelos agricultores e agricultoras parceiros da Quitandoca Pitico, o brunch (R$ 40) oferecido em seu espaço ao ar livre ocorre sempre aos domingos, das 9h às 13h. Nele, quitutes como caponata de jaca verde e bolo de abobrinha com maçã são servidos à vontade. A iniciativa busca resignificar a relação entre consumidor e produto e campo e cidade, fortalecendo a agricultura agroecológica.
Rua Guaicuí, 53


Cultural e concorrido
Um dos mais cobiçados brunches da cidade é o do Mosteiro de São Bento, que acontece no segundo e último domingos do mês, e oferece, além de iguarias feitas pelos monges que ali residem, receitas sofisticadas de grandes chefs da cidade – acompanhadas de um prosecco. Por R$ 210, o evento inclui ainda uma visita guiada pelo mosteiro e, para os que quiserem, missa com canto gregoriano. Mas atenção: é preciso fazer reserva com antecedência.
Largo de São Bento, s/nº

Quer saber mais sobre o que fazer em São Paulo e nos arredores? Confira mais dicas imperdíveis aqui.

Populares