Lifestyle

O design cotidiano da Attom, a nova marca de Diego e Carlos Motta

Por Fabiana Corrêa -

Quando Carlos Motta e Diego Motta, pai e filho, se uniram para criar o Attom, um "núcleo de design", como chamam o espaço que abriram essa semana na Vila Madalena (R. Aspiculeta, 121-C), resolveram fazer as coisas de um jeito que lhes parecia óbvio. Ali, criam e vendem pratos, tigelas, móveis, jogos e peças de roupa. “Pra gente, era claro que a madeira dos pratos deveria ser certificada e que o algodão das camisetas tinha que ser orgânico, assim como o tingimento e a tintura usadas nas roupas”, diz Diego. Para quem não se atentou, o nome da marca nada mais é do que o sobrenome da família escrito de trás pra frente.

Attom Carlos Motta
As camisetas de de algodão orgânico e tingimento natural da Attom | Fotos: Divulgação

O que os dois queriam criar, quando se uniram para pensar a empreitada, há dois anos, era design utilitário. Fossem roupas, pratos ou móveis, algo que gostariam de levar para casa e usar - e que fosse produzido com responsabilidade e afeto. “Eu trouxe minha vivência do design, da arquitetura. Diego trouxe o que sabe de surfwear, música e moda [ele teve sociedade na marca Volcom por 17 anos]. Criamos tudo com base em nossas experiências pessoais”, diz Carlos, um dos mais premiados arquitetos do Brasil, cuja carreira foi construída na criação de desenvolvimento de mobiliário de madeira, e que também é um apaixonado pelo mar. As camisetas da Attom, por exemplo, são do jeito que ele gosta de vestir. “A vida inteira cortei a gola para ficar mais confortável, então dessa vez fizemos uma camiseta que já vem com gola mais larga.”

Attom Carlos Motta
A fachada da loja, na Vila Madalena, em São Paulo

Entre as peças nas prateleiras estão tigelas em maracatiara feitos pela população ribeirinha de Tapajós, no Pará, onde Carlos Motta dá treinamento e capacitação para que produzam a partir do manejo florestal comunitário. Tudo feito em conjunto com o Instituto BV Rio, com madeira certificada pela FSC colhida pelos locais, que dão as primeiras formas. Depois, as tigelas viajam para o ateliê de Carlos, onde recebem um acabamento luxuoso, mas ao mesmo tempo simples, essencial.

Attom Carlos Motta Attom Carlos Motta
Carrinho SFX e Bracelete Pedras do Caminho, da artista Sibylla Simonek

A loja fica em um galpão anexo ao escritório do arquiteto, onde há mais de três décadas ele cria seu mobiliário sob economenda e desenha projetos em casas de madeira e pedra, bem naturais. No andar de cima, está a loja de pranchas do irmão de Diego, Gregório, a Aerofish. A outra irmã, a fotógrafa Layla Motta, também expõe suas belas imagens por ali. Design, arte e beleza estão mesmo entre os assuntos preferidos da família.

Attom Carlos Motta
Cadeira produzida com madeira certificada pela FSC