viagem

Turisteando em Estocolmo. Check list antes de você se jogar na sauna

Por Claudia Nascimento -

Monica Zetterlund, um dos maiores ícones do jazz sueco, tem uma música chamada “Devagar vamos caminhando pela cidade”. Ela fala das belezas e sensações que Estocolmo, capital da Suécia, trazem à tona numa noite de verão. E é assim, sem pressa, que a Veneza nórdica, como é conhecida, deve ser apreciada.

Das capitais europeias, Estocolmo é, com certeza, uma das mais belas e cheias de charme. Passear pela região é dar de cara com estilo, beleza, paisagens fascinantes e inúmeras áreas verdes. É a maior cidade sueca, com quase 1 milhão de habitantes. Viver nesse lugar é sinônimo de organização, respeito igualdade de gêneros e cuidado ao meio ambiente.

Gamla stan
É a parte velha da cidade. Nela, os turistas se aglomeram para comprar souvenirs e caminhar por ruas e vielas históricas. No verão, apreciar o movimento sentado num café ou restaurante, nas mesinhas do lado de fora, é a melhor opção. Peça um räckmacka, se você gostar de sanduíche de camarão, e uma cidra sueca, para sentir o gosto da estação na ponta da língua.

Gamla StanOla Ericson/imagebank.sweden.se

Mosebacke
É um lugar para comer bem, escutar boa música e apreciar a bela Estocolmo do alto. Localizado em Södermalm, bairro mais cool e hipster da cidade, a mistura de bar, restaurante e casa de shows é curtida pelo público descolado e sempre a fim de novidades na cena musical. Em 2006, a casa recebeu Milton Nascimento. Para agitar as sextas e os sábados desse verão, até 22 de agosto o renomado DJ sueco Johan Netz é o convidado do Mosebacke.

MosebackConny Fridh/imagebank.sweden.se

Moderna Muséet
Pelos caminhos da orla, em direção a Skeppsholmen, a visão do lago Mälaren e dos monumentos históricos é deslumbrante. Nikki de Saint Phalle e suas esculturas gigantescas anunciam a chegada ao Museu de Arte Moderna. Além de exposições atuais, o museu abriga trabalhos de Picasso, Matisse e Warhol.

Visitar o restaurante do Moderna éobrigatório. Com uma das mais privilegiadas vistas de Estocolmo, oferece um menu exclusivo, com pratos de verão. Chef e proprietária do restaurante, Malin Söderström é a atual vencedora do rets Krögare, premiação sueca que elege todo ano o melhor dono de restaurante do país.

Moderna MuséetDivulgação

Vasamuseét
Visitado por turistas do mundo todo, abriga um dos maiores fracassos suecos: um navio que naufragou em sua própria estreia, em 1628. Há mais de 40 mil objetos que foram encontrados no navio e ao seu redor. Em 1956 ele foi localizado e, em 1961, o casco foi trazido à superfície.

Vale finalizar a visita no restaurante do museu. Os pratos são cuidadosamente preparados com produtos locais e ecológicos. Responsabilidade social é também um dos pilares desse restaurante – às quintas, os funcionários distribuem 80 refeições gratuitas a um abrigo.

VasamuseétKarolina Kristensson/imagebank.sweden.se

Kungsträdgården
Na primavera, a explosão das cerejeiras é o ponto alto desse parque. No verão, são os shows ao ar livre. Os suecos são pessoas que gostam da natureza. E os parques, como o “Kungsan”, transformam-se em verdadeiras praias urbanas. Tradicionalmente em agosto, o parque recebe o Brazilian Day, evento de divulgação da cultura brasileira, com música ao vivo, dança e pratos típicos.

KungsträdgårdenCecilia Larsson Lantz/imagebank.sweden.se

Fjäderholmarna
Essas são as ilhas mais próximas da cidade. Um passeio de barco pelo arquipélago, com destino Fjäderholmarna, é uma atividade tipicamente de verão. Nessa época, pessoas de todas as idades vão curtir as praias, os restaurantes, as exposições de artes, o teatro ao ar livre e fazer descobertas nas lojinhas de artesanato sueco.

FjäderholmarnaUdo Schröter/imagebank.sweden.se

Skansen
Parque, museu, zoológico e arena de shows. O Skansen é tudo isso e combina com todas as idades. Reserve algumas horas e faça esse programa tipicamente sueco! Aproveite também para ver Estocolmo do alto e se deslumbrar. Se gosta de arte em vidro e cristal, não deixe de visitar o Stockholm Glasbruk, atelier dentro do Skansen. Lá, você vai apreciar, ao vivo, a arte secular do vidro soprado. O parque foi inaugurado em 1891 e, ainda hoje, abriga construções originais daquela época.

SkansenDivulgação

bannersponsoredvolvo