viagem

Galápagos e a evolução do luxo

Por Ricardo Moreno -

Quando o verão chegar ao fim no Hemisfério Sul, em 20 de março, é hora de arrumar as malas e começar o périplo rumo ao norte do globo.

Considere a primeira parada a ilha de Santa Cruz, no arquipélago de Galápagos, no Equador. Ali, a temperatura raramente baixa dos 25º C e a vida selvagem é exuberante: tartaguras gigantes vão e vem, gaviões dão rasantes na encosta e iguanas-marinhas se arriscam no oceano em busca de seu alimento predileto, as algas.

48-Pool-Area

E o recém-inagurado Pikaia Lodge, um luxuoso hotel construído no topo de um vulcão em um área de 31 hectares, será o seu refúgio por alguns dias – e, provavelmente, a escolha mais recompensadora que você já fez na vida. São catorze quartos construídos em um inspirador e sustentável projeto arquitetônico de aço reciclado, vidro e pedra natural. O piso é feito de bambu e os móveis de madeira teca local.

night-view-pikaia-lodge-santa-cruz-island-galapagos-conde-nast-traveller-9feb15-pr_1080x720

A sensação é de uma veloz viagem no tempo: do absurdo silêncio noturno, cortado apenas pelo barulho do vento, à orquestra diurna do sibilar de pássaros cujas espécies você não encontrará em nenhum outro lugar do planeta.
pikaialodgegalapagos.com

image_640x640_pikaia
32-Pool
45-Pool-Area
1_DSC5193
51_DSC3994