Guia da Semana

Guia pra curtir Brasília ao ar livre e sem gastar muito: 26/4 a 2/5

em parceria com

Por Fernanda Nascimento -

A semana que precede um feriado termina com outro gostinho. Pode aproveitar o fim de semana sem culpa porque na próxima terça, Dia do Trabalhador, já chega aquela folga extra. E acredita que, esse ano, o Dia Internacional do Jazz caiu bem na véspera do feriado? Dá pra ouvir o melhor da música instrumental brasiliense no projeto que rola toda quinta na Funarte ou na big jam session organizada pelo pessoal do Jazz no Porão na segunda. Tudo de graça, é claro, porque a gente gosta mesmo é desse clima democrático, para curtir a cidade com os amigos sem gastar muito. Mais uma semana, nos juntamos à Aperol Spritz para trazer o melhor da programação de Brasília. Já vamos avisando que o pessoal da Mamba Negra, aquela festa paulistana de música eletrônica, está chegando à Capital Federal para uma noite nos jardins desenhados por Burle Marx no prédio de Oscar Niemeyer onde fica a Aliança Francesa. Também tem festa nostálgica e cinema ao ar livre no MimoBar, para curtir um Aperol Spritz sentado nas cadeiras de praia espalhadas pelo gramado. Quer mais? Vem com a gente que a diversão está garantida.

SHOWS

Foto: Reprodução/Facebook

Buraco do Jazz

Quinta é dia do projeto que quer fortalecer o jazz independente em Brasília. A ideia é aproximar o público da cena instrumental da cidade, cada semana representada por uma banda diferente. O clima é sempre o mesmo: democrático, ao ar livre, com aquele convite para levar uma canga e ouvir a música sentado no gramado. Nessa semana quem se apresenta no Buraco do Jazz é o Gambirasio Jazz Trio, que faz arranjos próprios para clássicos da música instrumental. Sabe o que mais? A entrada é gratuita.

Data: Quinta (26/03) | Hora: 18h | Preço: Grátis | Endereço: Funarte Brasília. Eixo Monumental - Setor de Divulgação Cultural, lote 2 | Saiba mais


big-jam-jazz-no-porao

Big Jam no Dia Internacional do Jazz

Quando o Dia Internacional do Jazz cai numa véspera de feriado, você já sabe: é comemoração na certa. Para aproveitar essa segunda (30) com cara de sexta, o Jazz no Porão organizou uma jam session comandada por Rodrigo Bezerra. Foram convidados os músicos Serge Frasunkiewicz, Anderson Pessoa, Renato Galvão e Jhoninha Medeiros, mas quem quiser participar pode escrever para o pessoal do evento. A cozinha fica por conta da chef Ana Alvarenga, que serve receitas típicas de Nova Orleans, o berço do jazz nos EUA. Não paga nada para entrar, é só chegar.

Data: Segunda (30/04) | Hora: 20h30 | Preço: Grátis| Endereço: Cervejaria Criolina. SOF Sul Quadra 1 conjunto B lt. 6 | Saiba mais


Foto: Robson Khalaf

Mulheres de Samba no Outro Calaf

Nada menos que 20 mulheres fazem parte do projeto Mulheres de Samba, que chega para fortalecer o espaço feminino no samba brasiliense. É uma mistura de musicistas mais experientes com uma nova geração que vem provar que a roda de samba é espaço de todo mundo. Elas levam o pandeiro e o tamborim nesse domingo (29) para o Outro Calaf, que há alguns anos deixou de ser um restaurante espanhol para se tornar um dos principais palcos de shows e música ao vivo da cidade. Pode chegar cedo e esperar a roda de samba começar bebendo um Aperol Spritz porque o ingresso custa R$ 10 para quem entrar até às 19h.

Data: Domingo (29/04) | Hora: 18h | Preço: R$ 10 e 20 | Endereço: Outro Calaf. SBS, Quadra 02, Bloco Q, Térreo, Asa Sul | Saiba mais


COMER E BEBER

Foto: Reprodução/@mimobarbsb

MimoBar

O projeto de bar itinerante que surgiu em 2017 agora está ancorado na Funarte. Eles montaram um contêiner no meio do gramado e todo mundo fica ali em volta, ao ar livre, sentado nas cadeiras de praia em torno das mesas feitas de tambores. A programação por lá vai além dos drinks. Na próxima quarta (2) eles organizam a última noite de cinema ao ar livre (pois é, o frio chegou). O polêmico Aquarius, de Kléber Mendonça Filho, é exibido às 19h. Já nessa quinta (26) rola uma festinha nostálgica com o melhor dos anos 90 a partir das 20h. Regada, é claro, a muito Aperol Spritz.

Endereço: Eixo Monumental - Setor de Divulgação Cultural, Lt 2 | Hora: 18h à 1h (qua. a sáb.) e 16h às 23h (dom.) | Saiba mais


FESTAS

Foto: Pedro Lacerda/Shake It

MADRE no jardim da Aliança Francesa

Um jardim desenhado por Burle Marx escondido em um prédio de Oscar Niemeyer é o cenário dessa festa pra lá de quente. Ao ar livre, para curtir a pista com os amigos como se fosse o quintal de casa. Os rolês da MADRE sempre ocupam espaços inusitados da cidade, com festa intimistas e atrações de peso. Dessa vez o convidado de honra é Entropia-Entalpia, projeto eletrônico do multi-instrumentista recifense Matheus Câmara, residente da festa paulistana Mamba Negra. Os DJs da MADRE assumem os pick-ups no jardim na Aliança Francesa de Brasília antes e depois de sua live. Mas chegue cedo porque a festa termina às 2h.

Data: Sábado (28/04) | Hora: 20h | Preço: R$ 30 e 40 | Endereço: Jardim da Aliança Francesa de Brasília, 708/907 sul | Saiba mais


sopapo-festa-bsb-1

Sopapo – Baile África no Canteiro Central

No ano passado, seis músicos se juntaram para se apresentar na festa Fela, uma homenagem ao músico nigeriano Fela Kuti (1938-1997) que acontece no mesmo dia em vários lugares do mundo. A experiência como banda deu tão certo que nasceu a Sopapo, que se inspira em referências africanas e brasileiras. Nessa quinta (26) eles organizam no Canteiro Central o Baile África. A banda sobe ao palco meia-noite, mas antes e depois a pista continua fervendo nas mãos do DJ Philipe Nagô.

Data: Quinta (26/04) | Hora: 22h | Preço: R$ 15 e 30 | Endereço: Canteiro Central. SCS quadra 3 bloco A lote 210 | Saiba mais


Foto: JP Rodrigues/Pixelizando

2 anos de Bolha

Quem disse que uma festa é feita só de música? O pessoal d’A Bolha nunca divulga o line-up de DJs antes dos eventos que organizam. O que eles querem é promover uma experiência sensorial, fazendo uma conexão entre o som e a imagem. Mas pode confiar, a música (sempre numa pegada eletrônica) é boa. E vai ser mais ainda nessa sexta, quando a Bolha comemora dois anos de vida no SuB Dulcina, um inferninho no subsolo do Teatro Dulcina. É aquele tipo de ocupação que a gente gosta, com uma vibe bem democrática. Quem chegar até meia-noite paga R$ 15.

Data: Sexta (27/04) | Hora: 22h | Preço: R$ 15 a 30 | Endereço: SuB Dulcina. Complexo Cultural Dulcina de Moares, Setor de Diversões Sul | Saiba mais

Foto de abertura: MimoBar/Divulgação