viagem

Jamaica: 7 noites musicais em Kingston

Por The Summer Hunter Staff -

Se seu cérebro faz associação a Bob Marley e Jimmy Cliff quando você ouve falar em música jamaicana, é sinal de que já passou da hora de se atualizar. E nada melhor do que fazer essa reeducação cultural do jeito que nós mais gostamos: in loco. E tudo o que você precisa é de sete dias em Kingston. O resto a gente entrega aqui, de bandeja.

Ou melhor, quem dá a letra é a Suitcase Magazine, revista londrina de moda e turismo editada pela antenadíssima e elegante Serena Guen, que publicou um city guide especial de Kingston, capital da Jamaica, inteiramente ligado à cena musical da cidade. Com passagens por veículos como Elle UK, The New York Times e The Huffington Post, as editoras da revista se juntaram para tornar viajar algo mais fácil e gratificante.

De quebra, a Suitcase Magazine também fez uma lista de músicas imbatíveis que você precisa ouvir AGORA:
JAM IT IN: 24 HOURS IN KINGSTON, JAMAICA

E há ainda mais dicas da Jamaica na edição 5 da revista, que acaba de sair. Você pode encomendá-la neste link

SUITCASE-Magazine-Issue-5-cover-786x1024

O texto é de Andre R Crooks (@XKLUSIV_dre)

SEGUNDA-FEIRA

Para começar a semana, Kingston vai à festa de rua Mojito Mondays, no Suzie’s Cafe, na South Avenue. Dançarinos se juntam em grupos e praticam freestyle ao som dos hits do momento na Jamaica. Devido a uma nova lei na cidade, danças de rua normalmente terminam às 2h, então prefira chegar por volta das 10h quando o agito começa.
facebook.com/susiesbakery


TERÇA-FEIRA

Todas as terças, o Sports Bar de Usain Bolt e o Grill Tracks and Records organizam a “Behind the Screen”, série de performances ao vivo e acústicas de algumas das maiores estrelas de reggae e dancehall da Jamaica. Uma oportunidade de ver artistas como Busy Signal e Protoje up de pertinho.
tracksandrecords.com


QUARTA-FEIRA

A festa de rua para acabar com todas as outras festas de rua. Weddy Weddy Wednesdays é O lugar para ser perito em dancehall. Realizada na sede do Stone Love, um dos mais famosos sound systems dos anos 70, é lá que você vai se maravilhar com pessoas dançando de cabeça pra baixo.


QUINTA-FEIRA

Hookah Thursdays são no Top Floor, a cobertura do The Quad, em New Kingston – onde os jovens e descolados moradores de Kingston vão para bater papo e fumar Hookah, ou Narguile, prática do Oriente Médio que virou tendência local. As músicas consistem nos últimos hits de hip hop, R&B, dance e reggae.
https://www.facebook.com/QuadTopFloor


SEXTA-FEIRA

A noite de sexta pertence às baladas de Kingston. Vale a pena conferir a Five, festa de dancehall que acontece no Top Floor. É também uma ótima noite para a mega balada Famous, em Portmore, conhecida como Gaza City. Por fim, é também noite de Freedom Fridays na Fiction Night Club, onde a jovem e glamurosa elite jamaicana (incluindo Bolt) se concentra. Se tiver fôlego, faça como os nativos e curta a noite pingando de festa em festa.
https://www.facebook.com/FamousNightclubJa


SÁBADO

Aos sábados à noite há uma festa em cada canto de Kingston. Mas se você está procurando uma vibe diferente, a cada duas semanas o clube do surfista Billy Mystic, o Jamnesia Surf Club, organiza uma open mic night, em que membros da plateia são bem-vindos ao palco. Lendária por nutrir o renascimento do reggae na Jamaica e lançar as carreiras de bandas como Chronixx e Protoje, é um achado secreto no coração da cidade.
http://jamnesiasurfclub.webs.com/jamnesiasessions.htm


DOMINGO

Dance ao som de uma batida totalmente diferente da cena do dancehall no Dub Club – a única noite estritamente dub na capital jamaicana. A festa tem uma onde conscientemente cultural, diferente de tudo o que você já viu por aí. Fique atento às sessões de reggae revival do DJ Yaadcore em domingos alternados para as melhores seleções musicais. Aproveite para se inspirar e assista à Tarrus Riley, ídolo jamaicana, que gravou um de seus clipes no Dub Club. E de onde tiramos a foto do making of da banda e que ilustra esse post.
https://www.facebook.com/officialkingstondubclub