viagem

Jordânia: Aqaba, o tesouro esquecido

Por The Summer Hunter Staff -

Na pontinha superior do Mar Vermelho, Aqaba é a única cidade costeira da Jordânia. Até então conhecida pelos turistas como o local de águas mornas para lavar os pés cobertos da poeira de Petra, está sacudindo sua imagem de sonolenta cidade portuária e se tornando um modelo de comércio e turismo.

Novos planos incluem a criação de mais de 6 mil novos quartos de hotel – um aumento de cinco vezes no número atual – além de diversos negócios contemporâneos e criativos de jovens empresários jordanianos. Tudo isso mantendo intacto o antigo charme da cidade, composto por iguarias locais, arte abundante e uma rica história.

® Laith Majali
® Laith Majali

A Brownbook -- a revista mais descolada que existe sobre o Oriente Médio e o Norte da África, que cobre desde estilistas em Kabul à diáspora iraniana em Los Angeles -- publicou um guia para conhecer a cidade em 24h. Te desafiamos a resistir à lagosta, ao castelo, à feira de artesanato a beira mar...

® Laith Majali
® Laith Majali

O texto é de Steven Pradia e as lindas fotos são de Laith Majali

9h

Bakdash

® Laith Majali
Aqueles que passam a manhã na praia podem ir à Bakdash na Pizza Street – não para uma pizza, mas uma scoop de booza, um estilo de sorvete levantino feito de uma massa elástica e pastosa. Aberto há apenas dois meses, tem entre os sabores arábicos os mais populares, como toot e shami.


11h

Fundação Noor Al Hussein

O norte da cidade tem sido palco de um número crescente de instituições de ensino. Uma delas é a Noor Al Hussein Foundation, uma ONG que desde 1985 luta para mitigar a pobreza por meio do desenvolvimento da comunidade. Alguns dos esforços da fundação podem ser encontrados no showroom à beira-mar, que vende joias, bordados, cerâmica e xales feitos por mulheres locais.


14h

Sayadieh em Stacoza

® Laith Majali
Na Velha Cidade, diversas peixarias oferecem os melhores tween, hamra e hamour que o Mar Vermelho pode oferecer. O Stacoza (“lagosta” em árabe), na Al Manara Street, é uma pequena joia local, com mesas ao livre (quase sempre cheias com a clientela fiel) e vista para o mar. Uma boa pedida é o Sayadieh, a base de peixe e arroz cozido com cebolas, completo com fatias de amêndoa, tabule, homus e tomates fatiados.


17h

Castelo Aqaba

Uma relíquia de outrora, o Castelo Aqaba, um forte de pedra a 100m do mar, faz parte do Museu do Patrimônio de Aqaba. Lá é possível encontrar uma das poucas galerias de arte da cidade, com cerâmica, bules, luminárias e outras antiguidades. Originalmente localizado no que hoje é o Egito, o castelo foi transferido para a costa da Jordânia no século 14, e é considerado um orgulho da era moderna.


20h

Souk by the Sea

® Laith Majali
O mercado de fim de tarde Souk by the Sea acontece às sextas-feiras de outubro a maio, e oferece aos artesãos locais a oportunidade de mostrar seus produtos e incentivar os turistas a estimularem a economia local. Joias, cosméticos de lama extraída do Mar Morto, bolsas e chás são dispostas no mercado que tem forma de labirinto. “Aqaba é um lugar descontraído e perfeito para arte. Estamos felizes em receber visitantes no que é a melhor cidade da Jordânia”, diz um estudante que vende retratos feitos na hora a 10 dinares.

BwcW8c0CIAE1lo1

Para ler a matéria completa (em inglês) e ver mais fotos, clique aqui.
E para assinar a revista, clique a qui .