Lifestyle

O Novíssimo Questionário Proust: Facundo Guerra

Por Ricardo Moreno -

Na última década, o empresário Facundo Guerra presenteou São Paulo com alguns dos melhores lugares para dançar, comer e se divertir: Vegas, Cine Joia, Riviera, Lions, PanAm… Nesta semana, inaugura o Mirante 9 de Julho, na região da Av. Paulista: trata-se de “um espaço multicultural com música, artes em seus múltiplos suportes, cinema ao ar livre, coworking, comida, birita e café.” Aqui, Facundo responde às nossas perguntas inspiradas no famoso questionário preenchido por roust no século 19. A foto, feita ali mesmo no Mirante, é do André Vieira.

Qual é a sua maior virtude?
Persistência

E o seu maior defeito?
Persistência

A característica mais importante em um homem
Honra

E em uma mulher
Honra

Qual o seu maior arrependimento?
Trabalhar tantas horas

E o que te dá medo?
Doenças lentas e terminais

Um ser humano ainda vivo que admira
Neil deGrasse Tyson

Uma extravagância
Motos de baixa cilindrada e com mais de 40 anos de idade

O que você mais aprecia nos seus amigos?
Humor

Qual a sua idéia de felicidade?
Breves momentos de infinito

E o que seria a maior das tragédias?
Perder o fio da minha navalha

Uma mentira sincera
Não é por vaidade

Quem você gostaria de ser, se não fosse você mesmo?
Minha filha

E onde gostaria de viver?
São Paulo

Quem são seus heróis na ficção?
Qualquer personagem do Hemingway

Um amor eterno
Literatura

E um amor que acabou
Música

Qual a sua palavra favorita?
Verve

O que você mais detesta?
Gente invertebrada

Quais são os personagens históricos que você mais despreza?
Qualquer ditador

Qual dom natural você gostaria de possuir?
Assobiar alto

Como você gostaria de morrer?
Com um colete de granadas abraçado aos 1000 maiores filhos de uma puta vivos no planeta

Que defeito é mais fácil perdoar?
Inconstância

Qual é o lema da sua vida?
O mais profundo é a pele

Um verão perfeito
O próximo inverno

Night life enterpreneur Facundo Gueera at the future site of his new bar, the Belvedere Trainon, just a few meters from the São Paulo Museum of Modern Art, the MASPFotos: André Vieira