comer & beber

Um pedaço da Itália em Pinheiros: conheça o Ombra Bar

em parceria com

Por Fernanda Nascimento -

Nas cidadezinhas italianas de Campodoro e Villalta di Gazzo Padovano, na região do Vêneto, a rua é a extensão do bar. É ali onde todo mundo se encontra, seja na confraternização com os amigos, numa pausa do trabalho ou no caminho para casa. Desde que deixaram sua terra natal para viver em São Paulo, há quase uma década, era disso que os italianos Andrea Benetton, Matteo Pellize, Francesco Ciscato e Marco Muraro sentiam falta. “Na Europa as pessoas vivem mais a rua e os bares são lugares descontraídos, para ficar em pé, onde você acaba conhecendo as pessoas que estão ali pela mesma razão que você: comer bem, beber e fazer amigos”, diz Matteo.

Ombra Bar
A rua é uma extensão do Ombra Bar

Andrea, que nasceu em Campodoro, cidade de 2 mil habitantes distante em apenas 10 quilômetros da vizinha Villalta, onde viveram seus atuais sócios, precisou chegar ao Brasil para conhecê-los. E desse encontro nasceu o Ombra Bar, que abriu as portas em março na Rua Lisboa, em Pinheiros. “Sentimos falta da simplicidade de viver o lugar e tentamos trazer isso para cá”, diz Andrea. “A gente queria fazer as pessoas interagirem, aproveitarem a calçada e a rua. Tentamos reproduzir um pouquinho da nossa cultura, da nossa Italiazinha, aqui em São Paulo”, completa Matteo.

Não dava para trazer a cultura da região do Vêneto sem as pizzas. Daquelas em pedaços para comer na mão, sem garfo e faca nem formalidades. As receitas dispostas atrás de um vidro no pequeno salão são uma mistura do Brasil com a Itália. Afinal, eles garantem, a melhor pizza é aquela feita com os ingredientes locais. A farinha vem da Itália, mas o salaminho é feito por conterrâneos que migraram para o Brasil no século passado. A mussarela de búfala vem de São Luiz do Paraitinga (SP), também das mãos de um migrante italiano. “A gente mistura um pouco das duas culturas para oferecer o melhor que podemos para o público”, diz Matteo. “Aqui só não tem catupiry”.

Ombra Bar
Os drinks acompanham um dos quinze sabores de pizza servidos em pedaços

Matteo, Francesco e Marco vendem pizza com sotaque italiano há quase uma década em São Paulo. Nove anos atrás, eles compraram ao lado de um sócio brasileiro uma pizzaria tipicamente paulistana em Pinheiros. Assim nasceu a Pizza Mania, hoje chamada Diavola, que aos poucos foi trazendo ao cardápio sabores menos brasileiros. Dividem espaço com as tradicionais calabresa e portuguesa pizzas que levam ingredientes como alcachofra, presunto de Parma, aspargos e alcaparras. No restaurante, que já ganhou uma filial em Perdizes, a receita da massa é típica da região do Vêneto. No Ombra Bar, a maneira de preparar pizza em Roma foi escolhida para ser servida em pedaços.

Ombra Bar
Francesco, Matteo, Andrea e Marco: um pedacinho da Itália em Pinheiros

Ao contrário do extenso cardápio da Diavola, o Ombra serve cerca de 15 sabores de pizza, que variam a cada dia. Dá para experimentar ali mesmo, numa das mesas altas no salão, ou levar para comer no caminho. Já na hora do jantar, o charme fica por conta de toda essa atmosfera criada pelos sócios – que tem um pouco a cara deles, a cara da Itália e, ao mesmo tempo, a cara de São Paulo. Nas noites quentes, os bancos dispostos sobre a calçada se enchem de clientes com um pedaço de pizza na mão e um drink na outra. Afinal, no Vêneto não existe confraternização sem brindar. Ombra, em italiano, significa sombra, mas nessa região a expressão é conhecida como uma pausa para uma bebida longe do sol. Nessa mistura de culturas que eles adoram fazer por lá, dá pra curtir um samba às segundas ou aos sábados, quando rola música ao vivo, bebendo um Aperol Spritz para se sentir nas ruas da Itália.

Foto de abertura: Andrea, Matteo, Francesco e Marco na frente do Ombra | Crédito: Thays Bittar/The Summer Hunter