Tendências

Cheiro verde: grife lança perfume de maconha

Por - 13/02/2017

Desde a legalização da maconha para fins recreativos no Colorado ,em 2014, os Estados Unidos vêm vivendo um processo intenso de desenvolvimentos de produtos para o uso da erva (leia aqui as partes um, dois, três e quatro do nosso especial sobre a maconha nos EUA).

As lojas especializadas no segmento têm ofertas surpreendentes, que vão desde vaporizadores altamente tecnológicos que não deixam nenhum cheiro, a produtos que resgatam materiais e apresentações mais tradicionais, como é o caso da marca californiana Summerland, cujas cerâmicas são pintados à mão por artistas e ainda sugere que bongs e cachimbos sejam pendurados em macramês.

Foi embarcando nessa onda do orgulho verde que a marca Xyrena desenvolveu uma linha de perfumes especialmente para quem quer abraçar a causa e adoraria passar o dia todo (também) exalando a ganja.

São três tipos, todos com o sugestivo preço de US$ 74,20 (entendedores entenderão! ou clica aqui): OG Kush, Space CakeBlue Dream e Blue Dream.

Todos têm descrições que poderiam ter sido feitas por uma espécie de enólogo da maconha – profissão que já existe no Colorado, aliás.

O Blue Dream, por exemplo, teria notas doces de blueberry com um toque suave de skunk, cuja mistura evoluiria para um aroma terroso de pimenta.

Se não bastasse, a artista Killian Wells compôs uma música inspirada na fragrância. Olha a viagem:

Populares