Inspiração

12 revistas indies brasileiras para seguir (e comprar) agora!

Por - 23/05/2017

O mercado editorial independente brasileiro ainda dá passos tímidos, mas nem por isso menos impactantes ou criativos. Com o ‘boom’ de revistas internacionais que prezam pela originalidade e preferem desenvolver conteúdos que não se encaixam em padrões ditos tradicionais, o Brasil começa a embarcar nessa onda com novos nomes e propostas tão incríveis quanto as inspirações gringas. Fizemos uma curadoria minuciosa das 12 revistas indies nacionais que vêm ganhando cada vez mais espaço e que não podem faltar nem na sua prateleira, nem no seu feed.

nin • naked for no reason •
Alice Galeffi e Letícia Gicovate são as mulheres responsáveis pela criação da nin, uma revista impressa de arte erótica, que convida colaboradores de toda a parte do mundo para compartilhar seus trabalhos sobre corpo, nudez e sexualidade, com o objetivo de desmistificar tabus do sexo e, claro, aguçar os sentidos de todos os gêneros, orientações e preferências sexuais.
facebook.com/ninmagazine

Uma publicação compartilhada por @ninmagazine em


Void
A turma da Void General Store, que tem oito unidades (sete no Rio de Janeiro e uma em Porto Alegre), criou também uma revista semestral em que cada edição é uma surpresa e um convite a imergir nas pirações criativas do entourage mais descolado do Brasil. Seja com uma edição para ler com óculos 3D, seja dedicada a diálogos entre pessoas que não se conhecem ou ainda num especial de fotografias de tirar o fôlego. Um buraco negro criativo, que merece um mergulho de peito e cabeça aberta (nas versões impressa ou digital, que dá pra ser lida aqui).


Amarello
Criada e editada pelo talentoso e sensível Tomás Biagi Carvalho, a Amarello fala sobre artes, design, filosofia, arquitetura e tudo mais que faça pensar e que possa promover transformações pessoal ou social. O resultado são imagens dignas de galerias de arte, projetos que emanam poesia e textos que convidam a experimentar novas perspectivas.
facebook.com/amarelloamarello


MECAJournal
Prata da casa, a publicação mensal (grátis tanto no impresso quanto no digital, aqui) da “maior menor plataforma cultural do mundo” está prestes a completar seu primeiro ano. Trata de cultura pop, tendências de consumo, urbanismo, arquitetura e até política. Programado para os dis 7, 8 e 9 de julho, o MECAInhotim leva até o museu a céu aberto em Brumadinho (MG) shows de Jorge Ben Jor, Karol Conka, Joakim, Pional e Balako, entre outros nomes. O MECAJournal é a fonte certa para quem quer saber sobre o que de mais cool está acontecendo nas principais cidades do Brasil e do mundo.
facebook.com/mecalovemeca


Ernesto
A proposta dessa revista de Belo Horizonte é estampada na capa, deixando claro a que veio: “Curadoria de feitos e pensamentos que inspiram transformação.” Como bons mineiros que são, a Ernesto foi criada para ser degustada aos poucos, “devagarim”, e para que o leitor se surpreenda a cada passada de página com os dizeres de novos autores que traçam uma linha mais poética do que classicamente jornalística e mais filosófica que puramente investigativa.
facebook.com/revistaernesto


Fort magazine
Fotografia e mensagem foram as ferramentas escolhidas para celebrar o universo masculino e jovem da Fort. Ainda que essencialmente brasileira, a revista é feita para não ter fronteiras. Aqui, a autoralidade flerta com a colaboração e interconectividade; e o olhar estético ousado e refinado é esmiuçado em entrevistas com criadores, influenciadores e anônimos que revelam sem medo suas impressões sobre o mundo.
facebook.com/fortmagazine


Under Pressure
A criatividade é celebrada com manifestações estéticas da moda, estilo e arte, onde as pessoas são os protagonistas que incorporam a cultura e o espírito destes tempos. Bimestral, a Under Pressure é uma publicação global que ganha destaque também por sua curadoria afiada, imersa em coolness e vanguarda.
facebook.com/underpressuremagazine


Vista
O universo do skate e toda a cultura urbana que o acolhe são os grandes motes da Vista, que faz coberturas fotográficas incríveis de campeonatos de skate, destaca os principais personagens dessa cena, além de dar dicas imperdíveis de street art e design, com um recorte que preza pela autenticidade, apresentando um olhar bastante proprietário sobre o esporte e todo seu contexto.
facebook.com/vistaskate


OK Mag
A publicação trimestral é um refresco visual impactante, onde os editoriais brincam com as sutis fronteiras entre arte, design e moda. As páginas (impressas e digitais, aqui) da OK Mag ainda contam história de ícones e principais referências criativas e culturais do mundo contemporâneo, sejam eles novos heróis intelectuais, anônimos ou criadores clássicos.
facebook.com/revistaokmag


Cabuloza Wild Life
A revista em formato de pôster, que mais parece uma obra de arte, é uma publicação em xilogravura, um processo de impressão 100% artesanal, composta por assuntos que são literalmente uma colagem de referências do cotidiano que o artista e cabeça da Cabuloza (com “z” mesmo) Pedro Sánchez vai anotando no dia a dia selvagem que inspira aquelas não-editorias.
facebook.com/CabulozaWildLife


Dazibao
Do Mandarim, 大字報, dazibao, significa “informe de grandes caracteres”. A revista especializada em crítica de arte discorre sobre o tema sob diferentes abordagens, inclusive por meio de cartuns. Ainda que as últimas edições tenham um espaçamento de cerca de um ano, eles nos adiantaram que já estão desenvolvendo mais dois números para serem lançados logo menos. As edições anteriores podem ser baixadas aqui.
facebook.com/dazibao.cc


Piseagrama
Os espaços públicos são as maiores inspirações da Piseagrama, os “existentes, urgentes e imaginários”, como os próprios editores reforçam. As iniciativas além da própria revista semestral também visam fomentar o movimento em prol deste tema, atualmente tão em voga e necessário.
facebook.com/Revista-Piseagrama

Populares