Inspiração

Sai da Sombra entrevista: Dimitri Mussard

Por - 11/07/2016

O nome dele é Dimitri Mussard, mas poderia ser Dimitri do Brasil. Assim como sua empresa, a Acaju do Brasil, uma consultoria e loja multimarcas que descobre grifes alternativas e descoladíssimas mundo afora e traz para cá. É que, apesar do sobrenome estrangeiro, do sotaque gringo e dos olhos azuis, esse francês fez do nosso país sua casa e adotou o bronzeado como estilo de vida. Seja nas areias da Barra do Sahy, no litoral paulista, ou em qualquer outro lugar onde o sol esteja batendo sem dó.

Diga-se de passagem, ele conhece nossa terra melhor que muitos locais. De mochila, viajou de Florianópolis à Chapada Diamantina, dos Lençóis Maranhenses ao Rio de Janeiro. Em uma dessas, virou fã de açaí, sabor que trouxe para o cardápio de sua sorveteria, a DriDri, aberta em conjunto com o amigo Nicolas, que conheceu em um internato na França e com quem compartilha gargalhadas diárias durante o expediente. Até Rondônia ele visitou, só para ver de perto quem fornecia a madeira usada na construção da sua casa de campo, em Catuçaba, interior de São Paulo, seu novo refúgio, bem no meio do mato. “A casa é linda, mas foi pensada para que a gente curtisse o lado de fora, onde está o mais bonito de tudo: a natureza brasileira”.

Leia a entrevista completa aqui.

Populares