Air France + The Summer Hunter

Meu Rio: Thiago Nasser, da Junta Local, revela o que ele mais ama na cidade

Por Rafael Bittencourt -

Espécie de estandarte do carioca consciente, aquele que se preocupa com a procedência e sustentabilidade na produção dos alimentos que consome e que também quer ficar bem na fita, a feira Junta Local é uma iniciativa de Thiago Nasser, que acredita que comer seja um ato político, e por isso o assunto deve ser levado tão a sério. E ele foi fundo nessa filosofia, aliando a paixão que nutre pelos alimentos ao seus estudos no Brasil e na Europa. Thiago é formado em Ciência Política pela Universidade de Brasília e doutor pela IESP – UERJ.

Fundada em 2014, a feira tem edições mensais e ocorre em lugares diferentes da cidade, a exemplo da Comuna e da Casa da Glória. E é o próprio Thiago, junto com seus dois sócios, Bruno Negrão e Henrique Moraes, que todos os meses faz a ponte entre produtores locais e consumidores conscientes. O resultado é muito mais que uma feira, mas um estilo de vida e um delicioso programa de final de semana no Rio.

E para manter a altíssima qualidade da proposta, Thiago faz questão de acompanhar in loco o trabalho dos parceiros. Mas parte do segredo do sucesso está também nas descobertas das novidades no atual cenário da gastronomia carioca. Pode ser um restaurante escondido ou um novo feirante, mas uma coisa a gente garante: o Rio do Thiago é de dar água na boca.

Crédito da foto: Pietro Baroni

Fotos: Reprodução/Facebook
Maison do Zé
A sobreloja do nada charmoso Terminal Menezes Cortes, também conhecido como Edifício Garagem, no Centro, é onde a Maison abriu as portas no ano passado, com uma proposta bastante inusitada. “É, na verdade, um lugar anti-Rio. Não tem qualquer firula, afetação ou preocupação com tendências. Apenas faz comida do jeito que ela precisa ser feita”, conta Thiago. O restaurante funciona três vezes por semana: às quartas só serve almoço, que muda a cada semana; quinta é dia de pizza; e sexta funciona como padaria. Além disso, a Maison do Zé também oferece cursos de padeiro e pizzaiolo.
Rua São José 35, loja 227, Centro



The Slow Bakery
Aberta em meados do ano passado no coração de Botafogo, a micropadaria artesanal conquistou um público cativo em pouquíssimo tempo de vida. Tanto que estão abrindo um segundo andar para receber os clientes, que descobriram que os pães também são ótimas opções no almoço, especialmente se acompanhados da famosa panelinha de ovos com aspargos, sem contar os bem tirados cafés da barista Dri Menezes. Para quem ficou curioso com o sucesso da The Slow Bakery, Thiago explica: “eles são pioneiros não apenas no pão de fermentação longa, mas também na divulgação e educação a respeito desse produto pra cidade toda. ”
Rua São João Batista, 93, Botafogo



Rockbird
Esta é uma das cervejarias mais originais e ousadas do Rio, na palavras do próprio Thiago. Desde 2011 a Rockbird vem inventando moda no segmento e fazendo muito sucesso, mas eles já avisam que não estão aqui para se tornarem grandes players. A ideia é brincar de alquimista e testar os limites da cerveja. E foi assim que dois rótulos ganharam o gosto dos cariocas com um twist brasileiro: uma feita com umbu e outra com taperebá, também conhecido como cajá. Leves, azedinhas e perfeitas para o verão!



Cold Brew Coffee
Há diversas versões da história sobre onde e quando surgiu a receita desse café gelado. Mas faria todo sentido se fosse no Rio, afinal é uma alternativa perfeita para não dispensar uma boa dose de cafeína mesmo no calor. Todo o processo leva entre 18 e 24 horas, mas é muito fácil de fazer e também bastante versátil. O Thiago faz em casa e sugere ótimas misturas improváveis: “café com limão e tônica, café com gin e tônica, ou qualquer combinação entre estes ingredientes”. Mas para quem quiser apenas provar, as boas pedidas, segundo Thiago, é a versão de gin tônica com um shot de espresso gelado do restaurante South Ferro ou os drinks com cold brew do Soul Barista (foto), que está sempre presente na Junta Local.
South Ferro. Rua Arnaldo Quintela, 23, Botafogo


*Este post faz parte do especial do The Summer Hunter sobre o verão no Rio de Janeiro patrocinado pela Air France.