Aperol Endless Summer

Um ano inteiro de sol: nosso guia Aperol pra desbravar a Malásia

Por Fernanda Nascimento -

Fazer as malas para uma viagem pela Malásia é fácil. A não ser que escalar uma montanha esteja nos planos, os casacos podem ficar em casa. Mesmo no inverno, as temperaturas mal chegam perto dos 20 graus – e também não sobem muito além dos 30. Não faltam praias para aproveitar o calor: são mais de 4 mil quilômetros de litoral, divididos em dois territórios separados pelo mar. Isso sem falar nas quase 900 ilhas. Não tão famosa quanto os vizinhos do sudeste asiático, a Malásia é uma mistura vibrante de culturas, religiões e cenários. Se aventurar com os amigos pela floresta ou brindar com um Aperol Spritz num bangalô em uma praia para chamar de sua? Não tenha pressa para escolher porque o verão nunca termina por aqui.

Gunung-Mulu-National-Park-aperol-malaysia-01

01.

Cavernas no Gunung Mulu National Park
O parque nacional fica em Sarawak, na ilha de Bornéu – território que o país divide com Indonésia e Brunei. O Gunung Mulu possui o maior sistema de cavernas de calcário do mundo e os cenários são realmente impressionantes. É possível reservar passeios pelo subterrâneo, além de tours guiados pelas trilhas no meio da floresta. Uma caminhada de três quilômetros leva à Lang e Deer Cave, esta última com quase 200 metros de altura. Espere até o final da tarde para ver o momento em que milhões (sim, milhões) de morcegos deixam a caverna todos os dias.
mulupark.com


Perhentian-aperol-malaysia-02

02.

Snorkel nas ilhas Perhentian
Na costa leste, próximo à fronteira com a Tailândia, fica o arquipélago de Perhentian, composto por sete ilhas – cinco delas completamente inabitadas. Perhentian Kecil e Perhentian Besar têm uma pequena estrutura de pousadas e restaurantes, mas ainda não se transformaram em um destino tomado pelos turistas. O mar cristalino e tranquilo dispensa qualquer experiência em mergulho para ver tartarugas e peixes de todas as cores e tamanhos. Basta um snorkel, que pode ser alugado nas praias, para explorar a fauna marinha. Barcos fazem passeios para os corais das ilhas desertas.


fuego-aperol-malaysia-04

03.

Aperol Spritz com vista panorâmica no Fuego
No alto de um edifício no centro de Kuala Lumpur, o Fuego valeria uma visita só pelo visual incrível da cidade. Mas a experiência fica ainda melhor quando chega a carta de drinks, que dá um toque moderno a receitas clássicas. O negroni leva o sabor de Aperol e um toque de cumaru, uma semente encontrada na Amazônia. Claro, o clássico Aperol Spritz também está lá. E para acompanhar as bebidas, escolha entre uma das porções servidas em forma de tapas ou os pratos, que chegam à mesa em tábuas de madeira. Nossa predileta é o picante the fuego guacamole (foto), que leva chili verde, tomato, coentro, alho e limão.
troikaskydining.com/fuego


pulp-by-papa-palheta-aperol-malaysia-02

04.

Café no Pulp by Papa Palheta
Há três anos, a rede de cafés de Singapura abriu esta flagship store na Art Printing Works, uma antiga fábrica na capital que hoje se tornou um espaço multicultural. Além de preparar a bebida com grãos de diferentes partes do mundo, a loja organiza workshops e possui uma sala onde baristas ensinam as técnicas para servir um bom café. Não deixe de comprar uma edição da Musotrees, uma das mais lindas e inspiradoras revistas independentes produzidas em Kuala Lampur.
papapalheta.com.my


nala-aperol-malaysia-02

05.

Compras para não-turistas em Kuala Lumpur
Esqueça os mercados e as lojas abarrotadas de estrangeiros na capital do país. Inspirada pela cultura e herança asiática, a Nala é uma loja de design que traduz a Malásia em tecidos, roupas, bolsas, acessórios e produtos para a casa. A proprietária, Lisette Scheers (foto), faz à mão os desenhos que dão vida às delicadas estampas. A marca possui três lojas em Kuala Lumpur, uma delas uma pop-up store que abriu as portas em novembro e funciona até março de 2018.
naladesigns.com


teleferico-aperol-malaysia

06.

Pôr do sol no teleférico em Langkawi
Mais de cem ilhas formam o arquipélago de Langkawi, no mar de Andamão, parte do oceano Índico. Mas o melhor fim de tarde não está em nenhuma das praias que se estendem pela costa. Não há lugar mais lindo para ver o sol alaranjado se pôr no mar azul que do alto do Langkawi Skycab, um teleférico com 700 metros de altura. Os vagões que seguem por um percurso de dois quilômetros têm uma vista panorâmica da ilha e, nos dias mais claros, é possível ver a costa da Tailândia no horizonte.
panoramalangkawi.com


kaiju-aperol-malaysia

07.

Sabores orientais no Kaiju
Inaugurado em 2016 em Kuala Lumpur, o restaurante faz uma fusão entre a culinária japonesa e a tailandesa. Entre os pratos mais pedidos está o tom yum udon, macarrão japonês servido como sopa em uma tigela com camarões, lulas e cogumelos. Um enorme dragão de origami pendurado no teto chama a atenção de quem passa pelo restaurante com janelas e portas de vidro. É que Kaiju, em japonês, significa monstro. Como a casa não faz reservas, é preciso chegar cedo para conseguir uma mesa.
facebook.com/kaijucompany


georgetown-festival-aperol-malaysia-2

08.

Cultura asiática no George Town Festival
Ao ouvir falar em Penang, é bom saber que a referência pode ser ao estado ou à ilha que faz parte de seu território. Com mais de 700 mil habitantes, é a ilha mais habitada do país – e também uma das mais turísticas. É neste pedaço de terra que fica George Town, também capital do estado. Declarada patrimônio da UNESCO em 2008, a cidade sedia uma das maiores celebrações à cultura asiática. O George Town Festival nasceu como um evento de dois dias em 2010 e se transformou em uma celebração anual que leva teatro, dança, música, comida e instalações monumentais às ruas da cidade durante todo o mês de agosto. Marque na agenda antes de comprar as passagens.
georgetownfestival.com


mercado-noturno-malaca-aperol-malaysia

09.

Mercado noturno em Malacan
Às 6 horas da tarde das sextas-feiras, sábados e domingos, os carros são proibidos de entrar na Jonker Walk, via central na Chinatown da cidade de Malaca, capital do estado homônimo. Às lojas que ficam abertas até mais tarde somam-se vendedores de comida, antiguidades e todo o tipo de souveniers, enquanto artistas de rua esperam o público que começa a chegar para experimentar o clima de festa que segue até a madrugada. Chegue cedo para provar os pratos da culinária local.


japamala-aperol-malaysia

10.

Refúgio exclusivo na ilha Tioman
A proximidade com a linha do Equador garante que as temperaturas na ilha Tioman estacionem na casa dos 30 graus durante o ano todo. Não haveria clima melhor para aproveitar a praia particular do JapaMala Resort, que têm chalés construídos no meio das árvores com vista para o mar azul turquesa. É preciso reservar com antecedência para conseguir um dos bangalôs com uma piscina particular. Dois restaurantes, passeios de caiaque e equipamento de mergulho estão à disposição dos hóspedes.
japamalaresorts.com