Vibes

Dicas para aderir ao slow travel

Por
Adriana Setti
Em parceria com

Por que vale a pena viajar de um jeito mais tranquilo, consciente e divertido.

Não se trata apenas de desacelerar: slow travel é um estado de espírito. Viajando sem pressa, há tempo pra cultivar a mente aberta, saciar a curiosidade, mergulhar em novas culturas e abraçar o imprevisto. Também é sobre fazer escolhas mais conscientes e sustentáveis, levando em conta o impacto que sua presença terá no destino em questão. Saiba como — e por que — aderir a essa forma de explorar o mundo.

Ilustrações: Eduardo Gayotto

Vá Sem Pressa

Não deixe a ansiedade de chegar ofuscar a beleza do caminho. Quando der, vale evitar viajar de avião, que faz com que você perca a conexão com a paisagem. Indo por terra ou por mar, em meios de transporte menos poluentes, como trem, ferry ou até bike, o caminho já é o destino.

Bora Sair da Bolha

Viajar ao estilo slow travel é provar novos sabores, aprender algumas palavras na língua local, conhecer — e respeitar — os costumes do lugar, observar as pessoas, conversar. Ao fazer compras, que tal prestigiar o que é produzido artesanal e localmente?

Abraçando o Inesperado

Viagem sempre tem imprevistos. E que bom! Muitas vezes, é se perdendo que topamos com os maiores achados. Vez ou outra, improvise, saia da rota, se jogue. Se alguma coisa não sair como esperado, pode apostar: serão as histórias mais divertidas da viagem. Nada mais slow travel do que isso!

Viaje pra Você

Trocar ideia com outros viajantes e seguir seus instintos são jeitos de descobrir destinos menos conhecidos e repletos de autenticidade, além dos pontos turísticos. Esqueça os likes e desencane de “ticar” lugares da sua lista. A mentalidade slow travel nos conecta aos reais motivos pelos quais viajamos: experimentar, crescer, se divertir e — sim — descansar.

Foto de abertura: Zami / Unsplash


Havaianas

Os melhores momentos da vida a gente passa de Havaianas: na praia, nas viagens e nos rolês. E não é de hoje. As sandálias mais famosas do Brasil estão fazendo 60 anos como um ícone dos espíritos livres. Aqui a gente conta histórias que traduzem esse nosso lifestyle solar. Porque não existe verão sem Havaianas.
abandono-pagina
No Thanks