diversão & arte

Uma viagem imersiva com o The Summer Hunter pelo Festival de Parintins. Vem com a gente!

Por The Summer Hunter Staff -

Entre as coisas que a gente acredita – e que se esforça pra viver com frequência – no The Summer Hunter, a de ter experiências inéditas, em destinos pouco comuns e sempre rodeados de amigos, é uma das que faz nosso sol brilhar com mais intensidade. Seja num fim de semana em Cadaqués, na Costa Brava, na Espanha, seja balançando em uma rede, a bordo de um barco, pelo rio Amazonas, ao som do vento e dos pássaros.

Diante dessa realidade, até que demoramos pra assumir a máxima de que a "felicidade só é real quando compartilhada". Em partes, já dividíamos tudo o que nos alegra por meio dos textos, das fotos, dos vídeos e dos podcasts em nossos site, Instagram, revista impressa e plataformas das marcas parceiras. Pois a partir de agora queremos afinar um pouco mais essa crença e ter você com a gente também durante as nossas experiências: em viagens, eventos e situações que inspiram e nos estimulam a viver de maneira mais leve e no tempo presente. Uma coisa já temos certeza: é possível multiplicar histórias inspiradoras e transbordar essa alma quente e envolvente do verão em qualquer época do ano.

festival-parintis-3

E nosso primeiro encontro já tem data pra acontecer: de 26 a 30 de junho, no Festival Folclórico de Parintins, no Amazonas. O Festival será a primeira experiência organizada pelo The Summer Hunter em parceria com a Agência de conteúdo Jambu: é o Ser Parintins®. Vamos navegar pelo Rio Amazonas em um barco daqueles bem tradicionais, dormir em redes e fazer festa a bordo com Neguinho da Beija-Flor até chegar à Parintins para viver essa experiência amazonense.

Navegaremos de Manaus até a Parintins, no barco PP Maués IV, numa área reservada para os nossos 30 convidados, que também será nossa hospedagem durante toda viagem. No barco contaremos com banheiro exclusivo, água, frutas, petiscos e um segurança cuidando dos nossos pertences durante toda a viagem. Um camarote exclusivo também será montado no Bumbódromo, onde rolam as apresentações, com bebida e comida a noite toda. Ficaremos na torcida do Caprichoso, o boi azul que leva uma estrela na testa – afinal, todos têm que escolher um lado na arena. Para viver a experiência completa, vai rolar uma feijoada com a batucada do Garantido, o boi competidor, no dia seguinte. Só não pode contar pra ninguém. Vamos nessa?

festival-parintis-1

Sobre o Festival
Durante três dias, Parintins, a 420 quilômetros de Manaus, é tomada por uma festa azul e vermelha. Mais de 100 mil pessoas vão à cidade às margens do rio Amazonas pra acompanhar a tradicional disputa entre os bois-bumbás Garantido e Caprichoso no Festival Folclórico de Parintins. É difícil descrever o que acontece naquela arena, invadida por alegorias de até 25 metros de altura e uma torcida mais fervorosa que em clássico de futebol. A rivalidade que alimenta o festival começou há quase um século, quando dois grandes grupos começaram a representar o boi-bumbá nas ruas do centro da cidade. Foi só em 1988 que a disputa virou um espetáculo desta dimensão, de magnitude comparável ao Carnaval das escolas de samba cariocas.

SER-PARINTINS_CREDITO_AMAZON-BEST_39

SER-PARINTINS_CREDITO_AMAZON-BEST_32

Hoje mais de 400 músicos fazem parte da bateria de cada boi, que também tem um mestre de cerimônias que narra a apresentação. A arena é dividida em duas torcidas, que também são avaliadas pelos jurados por sua animação. Por isso, os fãs dos bois se vestem com as cores das agremiações e levam bandeiras e fantasias. Mesmo quem chega lá sem um boi do coração sai torcedor, já que é impossível não ser contagiado pela torcida e pelas letras das toadas, canções típicas sobre a lenda do boi-bumbá.

Vem com a gente!
De barco até Parintins: 26 a 30 de junho
De avião até Parintins: 28 a 30 de junho (voos não inclusos)
Compras aqui: Ingresse
Programa completo aqui
Dúvidas pelo tel: (11) 3846-5545

Amazon Best

Crédito das fotos: Amazon Best