diversão & arte

O fotógrafo Guiga Lessa e as 1001 almas do Carnaval

Por Laura Cesar -

Carnaval não é apenas sobre glitter no corpo todo, alegria estampada no rosto e clima de pegação. A época mais esperada do ano também é sobre liberdade de ser, um momento perfeito pra se fantasiar, extravasar e se reinventar. Com isso em mente, o fotógrafo Guiga Lessa percorreu os blocos do Rio de Janeiro registrando mais de 500 personagens que passaram pelos quatro dias de evento. A sua intenção ali era fotografar, munido de um pequeno retângulo de ‘canvas pint’ criado por ele mesmo, os temas que permearam o inconsciente coletivo através das fantasias desse carnaval. E teve um pouco de tudo: de super-herói a pintor; da maladragem carioca ao cangaceiro pernambucano.

59123FBD-D1FF-4DB2-9CB5-5BDF7514E92E

O resultado desta incursão é o projeto multimídia "1001 Almas do Carnaval", que se desdobrou na exposição homônima que estreia neste sábado (4) no Be+Co, espaço colaborativo em Botafogo, no Rio de Janeiro. “Sou carioca, mas passei a vida inteira em Nova Iorque. O desejo de me reconectar com as minhas raízes me trouxe de volta ao Rio. E nada mais representativo da cidade que o carnaval”, explica o fotógrafo de 34 anos. Na exposição, as fotos serão reproduzidas no tamanho real dos personagens em formato de lambe-lambe, outro ícone da cultura de rua carioca.

Data: Sábado, 04 de maio, a partir das 17h. Até 15 de junho | Entrada: gratuita | Endereço: Be+Co. Rua da Matriz, 54, Rio de Janeiro

37932AB3-BE06-4C09-BF99-6BB56B9E2490