People

O fotógrafo Martin Parr e a vida como ela é

Por
Adriana Setti

Conhecido por imprimir seu olhar irônico e inconfundível sobre turismo de massa e o lifestyle da aristocracia, o fotógrafo britânico Martin Parr acaba de lançar um novo livro. Dessa vez, seu alvo é o público do circuito mundial de tênis.

“Crio ficção a partir da realidade”, costuma dizer o fotógrafo Martin Parr (@martinparrstudio) sobre o seu trabalho. Com 120 livros publicados, ele se tornou um especialista em retratar as peculiaridades e fraquezas do ser humano — sobretudo de seus conterrâneos britânicos —, produzindo imagens carregadas de humor sarcástico que, às vezes, parecem quase irreais. Suas fotos de cores saturadas escancaram o lado meio cômico, e meio patético, do turismo de massa. Com um olhar de crítica social, ele também costuma retratar os ricos. É o caso de seu novo trabalho, no qual ele segue a high-society pelos grandes campeonatos do circuito mundial de tênis, do US Open a Wimbledon, passando por Roland Garros, para contar o que rola fora das quadras. Aqui, a gente repassa um pouco da obra de Martin Parr.

Autorretrato de Martin Parr

Nascido para clicar

Nascido em Epsom, no sudeste da Inglaterra, em 1952, Martin Parr se interessou pela fotografia desde a infância e foi estimulado a seguir a profissão por seu avô, George, um fotógrafo amador.

Imparável

Desde então, seu ritmo de produção foi insano: Parr já publicou 120 livros e editou mais de 30 outros fotógrafos. Desde 2017, sua obra está reunida na Martin Parr Foundation, em Bristol, no Reino Unido.

O lado tragicômico do turismo

Uma das facetas mais conhecidas do seu trabalho mostra o lado patético do turismo de massa ao redor do mundo, com fotos nas quais todo mundo que viaja acaba se reconhecendo — e rindo de si mesmo.

“The Last Resort”, de Martin Parr
“”The Last Resort”, de Martin Parr

Parr vai à praia

Retratar o perrengue nosso de cada verão é uma de suas especialidades — não à toa, ele é habitué do nosso feed. O lado B do lifestyle praiano está em livros como The Last Resort e Beach Therapy, entre outros.

Rio de Janeiro, por Martin Parr

O Rio que a Globo não mostra

As praias do Rio de Janeiro já foram retratadas por Parr em um famoso ensaio publicado em 2007, no qual ele mergulhou na areia (e no suor) de Copacabana e de outros cartões-postais cariocas. Para publicar o recém-lançado Match Point: Tennis with Martin Parr, o fotógrafo frequentou o circuito do Grand Slam, do US Open a Wimbledon para contar o que rola do lado de fora das quadras —sempre de forma implacável e hilária.

abandono-pagina
No Thanks