Places

O que fazer em Itaúnas, vilarejo do Espírito Santo

Por
Adriana Setti

Itaúnas: um pequeno vilarejo capixaba não gourmetizado que pulsa ao ritmo de forró cercado de dunas e mar.

Itaúnas, a 270 km de Vitória, é um pequeno vilarejo de praia com alma forrozeira em meio à natureza. Rios, dunas, vegetação de restinga e o mar dão o tom da paisagem, em parte protegida por um parque estadual. A comunidade atual, que congrega descendentes de quilombolas, indígenas, pescadores e outros antigos moradores, habita uma reconstrução da antiga vila, soterrada pelas dunas nos anos 1960.

Qual a melhor época do ano pra ir à Itaúnas?

O pôr do sol visto das dunas é de lei
Créditos: Alessandro Diniz Coutinho / Reprodução

Durante o verão, as temperaturas no vilarejo capixaba são elevadas e ideais pra quem curte curar o calor no mar. Nas outras estações, o clima é ameno, mas nunca frio. O mês mais chuvoso do ano é dezembro e o período sem nenhum pingo do céu é entre junho e agosto.

Em julho, inclusive, acontece o Festival de Forró de Itaúnas (FENFIT), dito o maior do Brasil, sempre lotado. No resto do ano, porém, Itaúnas só fica mais animadinha nos feriados. Seja quando for, à noite, todos os caminhos levam aos forrós.

O que tem pra fazer em Itaúnas?

Todos os caminhos levam ao forró em Itaúnas
Créditos: @edsonchagas / Reprodução

Para os fãs de areia e mar, dá para se instalar em um dos quiosques da praia central ou percorrer as trilhas do Parque Estadual de Itaúnas (PEI), como a do Tamandaré e a do Buraco do Bicho. O pôr do sol visto das dunas é de lei.

Quem curte água doce, a boa é remar de caiaque pelo bonito cenário do Rio Itaúnas até a ilha fluvial de Dominguinhos. Também vale visitar a Comunidade Quilombola do Angelim, que apresenta a antiga casa de farinha, e comprar artesanato na Aldeia Pataxó – Paulo Jacó.

De carro ou em passeio de bugue, é lindo percorrer os 16 km até a Praia do Riacho Doce, uma faixa de areia imensa com ares selvagens e mar azulado que se mistura com as águas do riacho que separa os estados. Mais à frente, a praia da Costa Dourada, já na Bahia, é enfeitada por falésias.

Onde ficar em Itaúnas?

A Pousada Ka 347 é a mais sofisticada da vila, com camas king e super king, hidromassagem e serviço de quarto. Mais acessíveis, a Casa de Praia e a Pousada Bem-Viver têm áreas com vista para a mata.

Onde comer?

O Cizinho é uma instituição da vila para comer moquecas. A Casa di Berê, em uma casinha azul, prepara parmegianas. O Xique-Xique Itaúnas tem comida caseira com opções vegetarianas. No Flor de Mandacaru rola música ao vivo à noite.

Pra quem vive à caça de destinos de praias não gourmetizados, fica este roteiro como sugestão.

Créditos da imagem do abre: Jonathan Borba / Unsplash

abandono-pagina
No Thanks