Vibes

Por que passar o verão em casa se você pode trabalhar de qualquer lugar?

Por
The Summer Hunter Staff

Com a estação mais solar do ano batendo na porta, está aberta a temporada oficial de invejar o Instagram dos outros. Ou de cair na estrada e embarcar na onda do nomadismo digital.

O mundo tem hoje 35 milhões de nômades digitais (gente que pode trabalhar de qualquer lugar). E eles podem chegar a 1 bilhão até 2035, de acordo com Relatório Global de Tendências Migratórias 2022 (Fragomen).

Uma em cada cinco profissões pode ser exercida à distância, segundo uma estimativa do Banco Mundial. Para as empresas, oferecer essa modalidade de trabalho pode ser um jeito de atrair os melhores talentos — estejam eles onde estiverem. Para os profissionais, é o fim das desculpas pra não aproveitar o verão.

Baia no escritório da empresa ou uma sombra à beira-mar em Aruba?

A ilha caribenha está entre os mais de 40 países que oferecem vistos pra nômades digitais, permitindo que eles trabalhem legalmente por períodos limitados — em geral, até um ano. Costa Rica, Croácia, Grécia, Portugal e Cabo Verde também estão nessa lista.

Opções para trabalhar de qualquer lugar no Brasil

O que fazer para trabalhar remoto
Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro l Créditos: Jonathan Borba / Unsplash
O que fazer para trabalhar remoto
Farol da Barra, em Salvador l Créditos: Nathana Rebouças / Unsplash

Nem precisa ir longe. Tem muito lugar no Brasil mesmo se estruturando pra receber esses turistas que viajam e trabalham. Para os estrangeiros, o país tem visto pra nômades digitais — é preciso comprovar renda mínima de US$ 1.500 ou ter pelo menos US$ 18 mil no banco.

O que é preciso pra trabalhar de qualquer lugar?

O que é preciso pra trabalhar remoto
Créditos: Unsplash

O básico do lugar amigo do trabalho remoto:

  • Wifi de qualidade.
  • Tomadas pra carregar eletrônicos.
  • Algum grau de tranquilidade — música no talo não dá.
  • Segurança pra usar seus equipamentos sem medo.
  • Um ambiente em que você e seu notebook sejam bem-vindos.

Recentemente um restaurante paulistano decidiu proibir o uso de computadores na hora do almoço porque a turma do trabalho remoto ficava por longos períodos em mesas que poderiam ser ocupadas por quem estava lá só pra comer.

O que não fazer

via GIPHY

Trabalhar em espaços coletivos exige um mínimo de noção. Alguns pontos:

  • Se está em um café ou um bar, é de bom tom consumir alguma coisa.
  • Evite ocupar longamente mesas no horário de pico.
  • Não se espalhe mais do que o necessário. 
  • Fone de ouvido, sempre.
  • Modere o tom de voz. Talvez o sujeito de férias na espreguiçadeira ao lado não queira saber detalhes da sua vida profissional.

Melhorar opção para trabalhar de qualquer lugar

Pronto pra embarcar (ou já embarcou) no anywhere office? Então vale a pena conhecer os serviços do Wojo, o coworking da Accor que oferece spots gratuitos em 150 hotéis da rede na América do Sul. Nem precisa ser hóspede pra usar.

abandono-pagina
No Thanks