Solar Places

Uma road trip pela história e arte de Minas Gerais

Por
Betina Neves
Em parceria com

De Tiradentes a Ouro Preto, uma viagem sem pressa pela história de Minas Gerais — com desvios espertos! — para curtir com a família toda.

Este é o tipo de passeio que só faz sentido se for feito de carro. Em parceria com a Jeep (@jeepdobrasil), criamos um roteiro que é perfeito para apresentar aos filhos junto a museus divertidos, comida mineira gostosa (o que é uma redundância!) e altas doses de natureza, entre vistas para montanhas e tours de quadriciclo na mata. As distâncias entre uma cidade e outra são curtas, de modo que ninguém vai cansar muito. Tem passeio de maria-fumaça, visita a uma antiga mina de ouro e um desvio esperto até o sensacional Instituto Inhotim, possivelmente o melhor passeio cultural para ir com crianças no Brasil. Você já foi? Se sim, nos conta o que mais gostou. Se não, salve as dicas, junte a trupe e boa viagem!

As ruas de pedra e o casario colonial de Tiradentes, em Minas Gerais | Foto: Nathalia Segato/Unsplash

Primeira parada

O casario colonial de Tiradentes (foto acima) é uma joia. Pare nas igrejas — como a bela Matriz de Santo Antônio — nos ateliês de arte e nas lojinhas de mineiridades. Crianças podem curtir o Teatro Casa de Boneco, com apresentações de marionetes, e as delícias do Chico Doceiro (@chicodoceiro).

Arte e brincadeira

Pra ver artesanatos na fonte, rume a Bichinho, a 7km de Tiradentes. Ali também ficam a simpática Casa Torta (@casatortamg; na foto abaixo), espaço lúdico com brinquedos e fantasias, e o Museu do Automóvel, com mais de 50 carros antigos. O almoço pode ser no Pau de Angu (@paudeangu), com playground e vista pra serra.

Casa Torta, na cidade de Bichinho (MG) | Foto: @casatortamg / @eduardo_dp

Maria-fumaça

Se quiser dar um tempo do volante, o melhor jeito de chegar a São João del Rei a partir de Tiradentes é com esse trem antiguinho, que margeia o Rio das Mortes. Na estação da cidade, um museu conta a história das ferrovias no Brasil. São apenas 16km de distância entre as duas cidades. Seguindo viagem, é imperdível passar em Congonhas, onde a Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos guarda mais de 70 esculturas de Aleijadinho. No caminho até lá, não deixe de provar um rocambole na cidade de Lagoa Dourada, e, mais à frente, um pão de queijo no Café com Prosa (@cafecomprosaer).

Puro ouro

Em Ouro Preto, difícil não se impressionar com a beleza das igrejas, como a de São Francisco de Assis (foto abaixo). Do lado de fora, a Feira do Largo de Coimbra tem artesanatos esculpidos em pedra-sabão. Também vale visitar o Museu do Oratório, com 160 oratórios ornamentados, e o Mirante do Morro São Sebastião, que oferece uma baita vista.


Igreja São Francisco de Assis, em Ouro Preto, Minas Gerais | Foto: Rodrigo Tetsuo Argenton/Wikimedia Commons

Mina e Mariana

Na antiga Mina da Passagem (@minadapassagemoficial), dá para descer de carrinho e conhecer túneis a mais de 150 metros de profundidade. Já no centrinho de Mariana, veja o conjunto colonial fotogênico da Rua Direita e as igrejas da Praça Minas Gerais.

A céu aberto

Reserve pelo menos dois dias inteiros para explorar o inigualável Instituto Inhotim (@inhotim). Plantas exóticas, pavilhões escondidos na mata e galerias imensas com arte contemporânea nacional e internacional encantam de bebês a vovós.

Instituto Inhotim, em Brumadinho, próximo à Belo Horizonte, em Minas Gerais | Foto: Divulgação

Aventuras em Família