Places

Ubatuba: mais de 100 praias, cachus e Mata Atlântica entre São Paulo e Rio de Janeiro

Por
Adriana Setti
Em parceria com
true

A cada curva da Rio-Santos você fica mais boquiaberto com o visual: Mata Atlântica, serra, mar esmeralda, areia branca, cachoeiras… Saiba o que a cidade tem de melhor.

Na divisa entre São Paulo e Rio de Janeiro, a Serra do Mar acompanha um dos trechos mais recortados e verdes do Litoral Norte, onde uma sucessão de baías acomoda mais de 100 praias — várias delas quase intocadas — e ilhotas. Já em terra firme, a Mata Atlântica esconde dezenas de cachoeiras, trilhas e mirantes que entregam alguns dos visuais mais incríveis.

ESPORTES
surf / trekking / stand up paddle / canoa havaiana

NATUREZA
mata atlântica / praia / cachoeira

ROLÊS
trilhas / bike / passeio de barco

BOM PRA
desconectar / galera na praia 

MELHOR ÉPOCA
abril a novembro

Na onda certa

Em Itamambuca, aula de surfe com a campeã brasileira Suelen Naraísa

Pra surfar, todos os caminhos levam a Itamambuca, onde os iniciantes podem aprender com a campeã brasileira Suelen Naraísa. No canto direito, o rio que deságua no mar é ótimo pra remar de stand up paddle. Ao norte, a Praia do Félix tem uma onda tubular no canto esquerdo. Do canto direito, pegue a trilha que vai dar na minúscula — e paradisíaca — Praia do Português.

Mundo à parte

Camburi, no litoral norte de São Paulo | foto: nicea lira / wiki commons
Cachoeira do Prumirim, ao norte da Praia do Félix | foto: ronaldo tozzi / wiki commons

Última praia antes da divisa com o RJ, Camburi é acessível por uma ladeira íngreme que desafia os amortecedores do carro. Povoada por pescadores e uma comunidade quilombola, essa baía cercada de cachoeiras ainda tem vibe sossegada e sinal de celular quase inexistente. Pra desconectar e tomar uma gelada ouvindo reggae.

Depois de um rolê pelas incríveis praias do norte — Prumirim, Puruba, Almada, Brava da Almada — a boa é tirar o sal na Cachoeira do Prumirim, 2 km ao norte da Praia do Félix. Se você é trilheiro, o programa mais desafiador é caminhar até a Cachoeira da Água Branca, a maior do estado de São Paulo. São quase 9 km ida e volta, partindo da praia de Maranduba, no extremo sul da cidade.

Sete em uma

Vista da Trilha das Sete Praias, que vai da Fortaleza até a Lagoinha | foto: everton souza ramos / unsplash

Ubatuba ainda preserva várias praias praticamente virgens acessíveis só de barco ou por trilha. Pra conhecer várias delas em um dia só, embarque na Trilha das Sete Praias, que vai da Fortaleza até a Lagoinha, no sul da cidade, passando pelas praias do Cedro, Deserto, Bonete, entre outras. O percurso tem 10 km só de ida.

Onde comer

Quintal do Marinho
Cantinho da Lagoa

São Paulo — A melhor pizzaria de Ubatuba, no centro.

Quintal do Marinho — Drinks, sushi, petiscos e cozinha caiçara em Itamambuca.

Cantinho da Lagoa — Petiscos e cerveja gelada com o pé na areia na praia do Prumirim.

Raízes — Cozinha caiçara em um espaço amplo com muito verde, no centro.

Hou — Beach club e restaurante na Praia Vermelha do Norte, com serviço de praia.

Onde ficar

Banana Bamboo Ecolodge
Itamambuca Eco Resort

Banana Bamboo Ecolodge — No sertão de Ubatumirim, tem bangalôs cercados por mata nativa, sala de yoga e biopiscina. Organiza retiros de bem-estar.

Green Haven — Hostel premiado, com quartos privativos e coletivos de frente pro mar no Perequê-Açu.

Itamambuca Eco Resort — De frente pro rio e a praia de Itamambuca, conta com spa e piscina.

Nacional Inn — Hotelão bem equipado, com piscina e sala de jogos, pé na areia nas Toninhas.

foto de abertura: iago godoy / unsplash


A vida é aqui fora!

abandono-pagina
No Thanks