diversão & arte

NANSEN, uma revista dedicada aos imigrantes e uma homenagem à lusofonia

Por Lilian Kaori Hamatsu -

Com 258 milhões de imigrantes – cerca de 3% da população mundial – vivendo "longe de casa", não é difícil imaginar que essa galera logo viraria assunto. Muito além dos números expressivos, a NANSEN Magazine viu a oportunidade de conectar povos e celebrar indivíduos de todos os lugares do planeta. Cada edição propõe desvendar as nuances de uma nação por meio da trajetória de um personagem específico. Na segunda edição, uma homenagem à lusofonia dos afro-portugueses e angolanos que representam as heranças da colonização.

Capa da segunda edição da NANSEN Magazine, Kalaf Epalanga é escritor, músico e um dos mais famosos representantes do kuduro no mundo

Ensaísta, crítico cultural e um dos artistas responsáveis por colocar o ritmo angolano sob os holofotes da cena global, Kalaf Epalanga é capa da nova edição da NANSEN. Para a publicação, Kalaf fala sobre aproximar os falantes da língua portuguesa e ultrapassar as fronteiras estabelecidas pela colonização por meio da escrita e do Buraka Som Sistema, projeto que mistura música eletrônica europeia e kuduro, uma batida que se tornou popular enquanto Kalaf crescia na cidade de Benguela da década de 80.

Do surgimento do grupo em uma casa noturna lisboeta até o momento que sua música ganhou o mundo em 2006, muitas conquistas foram celebradas. A principal delas, segundo Epalanga, foi perceber que as influências culturais que disseminava alcançaram desde jovens frequentadores de boates a leitores de jornal de meia-idade por meio de suas profissões complementares.

nansen-magazine-lusofonia

Além da entrevista com o músico e escritor – que estará no Brasil entre 10 e 14 de julho como autor convidado pela Flip (Feira Literária Internacional de Paraty) –, a publicação traz discussões relevantes acerca do papel dos imigrantes como pais e tenta desmistificar alguns conceitos relacionados ao colonialismo português. Por fim, ainda convida a repensar e combater a gentrificação – fenômeno baseado na construção de edifícios e pontos comerciais que supervalorizam uma região e afetam a população de baixa renda que vive no local.


Vanessa Ellingham e Eva Gonçalves, a dupla por trás da NANSEN Magazine

Sob o comando de Vanessa Ellingham e Eva Gonçalves, a NANSEN Magazine retrata imigrantes como os exploradores, empreendedores, visionários e sonhadores que são e sempre foram. Enquanto a primeira é neozelandesa e vive em Berlim, onde atua como editora-chefe e jornalista, a segunda é uma designer portuguesa responsável pela direção de arte da revista.

"Somos todos descendentes de imigrantes que saíram da África há mais de 50 mil anos, lentamente ocupando o mundo por milhares de gerações. Hoje, fronteiras e documentos se encarregam de tornar essa jornada mais difícil do que foi para nossos ancestrais. Mas a imigração humana ainda é motivada pelos mesmos fatores: uma combinação de busca por necessidades básicas e curiosidade".