Places

54 horas em Venice Beach: um guia boho-chic da praia mais freak de L.A.

Por Adriana Setti -

Venice Beach não é uma praia. É um estado de espírito. Ícone do lifestyle que impera no sul da Califórnia, este universo à parte dentro da grande Los Angeles tem o Abbot Kinney Boulevard como sua vitrine mais vanguardista e boho-chic. Considerada como uma das ruas mais hypadas dos Estados Unidos, ela tem uma impecável curadoria de lojas, além de restaurantes que servem alta cozinha pra comer de chinelo.

Ainda que novidades surjam a cada semana, os clássicos imortais de Venice Beach seguem firmes e fortes – literalmente –, a começar por Muscle Beach. A academia a céu aberto que moldou o peitoral inoxidável de Arnold Schwarzenegger continua sendo uma das atrações do circo que atende pelo nome de Ocean Front Walk, calçadão à moda californiana que vai de Venice a Santa Monica e é ideal pra um rolê de bike. A seguir, um roteiro pra 54 horas regadas a comida orgânica, maconha legal, street-art e excentricidades.

DIA 1

18h

Passadinha na “maconharia”

Legalizada para uso recreativo desde 2018, a maconha virou uma atração a mais no picadeiro eclético de Los Angeles. Com duas unidades em Venice Beach, a rede MedMen é um dispensário e head shop boutique. O espaço tem design minimalista e telas tácteis que informam sobre as ervas à venda, além de uma seleção irresistível de gadgets, óleos, cosméticos, cookies e outras coisinhas. Para entrar, basta provar que é maior de 21 anos.

20h

Larica orgânica

Considere-se uma pessoa de sorte se estiver em Venice na primeira sexta-feira do mês. Pra alegria da sua larica, você topará com um dos eventos mais finos de L.A. em matéria de street food. A partir das 17h, a tropa de elite dos food trucks da cidade estacionam no Abbot Kinney Boulevard, preparando comidinhas de países como Vietnã, Grécia, México, Tailândia, entre muitos outros com pegada orgânica. Se não coincidir com o evento, batalhe uma mesa no Gjelina, um dos endereços mais badalados do boulevard, famoso por sua pizza de massa fininha e receitas veganas.

DIA 2

O salão do Intelligentsia Coffee, na Abbot Kinney Blvd | Crédito: MASS Architecture & Design/Divulgação

9h

Cafeína, uma obsessão

O café é religião em Venice Beach e, em lugares como o Intelligentsia Coffee, a bebida é preparada com toda ritualística. Num galpão desenhado pela badalada arquiteta Ana Henton (MASS Architecture & Design), os baristas trabalham diante de uma espécie de arquibancada, cercada por mesas coletivas que acabam fazendo as vezes de coworking.

10h

A vida além do shopping mall

Não há como passar imune às vitrines do Abbot Kinney Boulevard. Bem mais eclética e solar que os gigantescos shoppings malls da cidade, a rua é dos melhores lugares da Califórnia pra garimpar peças originais e de qualidade, em lojas como Alternative Apparel (de moda sustentável), Alexis Bittar (joalheria), Burro (concept store californiana), Huset (design escandinavo), Linus (bikes incríveis e acessórios), entre outras.

Entrada do The Butcher’s Daughter | Crédito: Facebook/The Butcher’s Daughter

13h

Pausa vegana

Entre uma comprinha e outra, faça uma pausa para um suco orgânico e um petisco vegano no juice bar The Butchers Daughter, instalado num galpão varado de luz natural, com pé direito vertiginoso e muito verde.

15h

Suvenir permanente

Famosa por sua cena artística, Venice Beach também reúne alguns dos tatuadores mais renomados da Califórnia. No Ocean Front Walk, há um estúdio em cada esquina, com opções suficientes para que você possa escolher muito bem o que estampar na sua pele. Alguns dos mais famosos são Black Diamond Tattoo, Ocean Front Tattoo, House of Ink e The Ink Monkey.

20h

Jantar de gala, só que de bermuda

Se tiver que escolher um restaurante do Abbot Kinney Blvd pra apostar as suas fichas, o The Tasting Kitchen é o lugar que melhor encarna a cena gastronômica local. Com jeitão de casa de praia, em estilo rústico-chic, tem árvores plantadas no meio do salão e paredes de tijolos à vista. Pilotado pelo jovem chef Travis Passerotti, o menu é predominantemente italiano, com pratos que variam conforme os produtos de temporada. A carta de vinhos é estritamente europeia, com ênfase em rótulos da Itália e da França.

DIA 3

9h

Café conceitual

É um café? É uma surf shop? É uma galeria de arte? Tudo ao mesmo tempo agora, Deus Ex Machina é o lugar perfeito para mergulhar na atmosfera de Venice logo de manhã, com uma avocato toast e um balde de café bem tirado. Decorado com motos vintage e quadros de exposições temporais, é outro hotspot de Venice para nômades digitais em busca de uma mesona coletiva.

10h

Um parque temático chamado Venice

Venice também tem um lugar pra chamar de histórico. Os 4,8 km de canais que dão nome ao bairro foram construídos em 1905. Inspirados em Veneza – cidade do coração do empreiteiro e conservacionista Abbot Kinney –, e com direito a gondoleiros, eles eram parte de uma espécie de parque temático que, mais tarde, deu origem ao bairro. Cercados de verde e altas casas, os canais são ideais para um rolê de caiaque ou uma pedalada (há dezenas de lojas de aluguel na praia).

Skate na Ocean Front Walk | Crédito: Adam Berkecz/Unsplash

12h

Se cobrir vira circo

De volta à doideira do calçadão, ainda de bike, deixe-se guiar pelos seus tímpanos para encontrar o famoso Drum Circle de Venice Beach. Munidos de timbais, atabaques, bongôs e afins, os batuqueiros de Venice reúnem-se lá pelo meio-dia, aos sábados e domingos, para fazer barulho no cruzamento da Brooks Avenue e do Ocean Front Walk. A poucos metros dali está outra instituição local: Muscle Beach, a academia ao ar livre que moldou a silhueta de Arnold Schwarzenegger (que aparece no impagável documentário O Homem dos Músculos de Aço, disponível no Netflix). Complete a pedalada passando entre as Venice Art Walls, uma exposição pé na areia com o melhor da street art local.

15h

Pão-celebridade

Ideal para um almoço delicioso e descomplicado, a Gjusta é uma das melhores padarias da cidade, sempre movimentadíssima. Além de fazer pães que beiram a perfeição, também funciona como deli. Vende sucos, sobremesas, sanduíches e pizzas.

18h

Fim de tarde turistão

Com sua interminável faixa de areia e cabines de salva-vidas instagramáveis, a praia de Venice fica mais fotogênica no fim da tarde. Um dos melhores lugares pra curtir esse momento dourado é o Venice Pier. Construída em 1963, a estrutura foi salva da demolição pelos moradores do bairro, que batalharam por sua restauração e conseguiram que fosse reinaugurada em 1997.

venice-beach-california-city-guide--erwin-hotel-the-summer-hunter-credit-divulgacao

20h

De frente pro Pacífico

O melhor lugar pra ver o pôr do sol é o rooptop do Erwin Hotel. Tem vista panorâmica pro mar de Venice Beach, drinques feitos no capricho e programação diária de DJs.