diversão & arte

Dinamarca e um verão pra se lembrar

Por Fabiana Corrêa -

Pouca gente sabe curtir o verão como os dinamarqueses, duvida? Essas fotos são a prova. É que, no ano passado, o país registrou o verão mais quente de todos os tempos e a galera entrou em êxtase, como mostram as 11 imagens do brasiliense Michel Gomes (@michelgomes) e que fazem parte da exposição "Termodinâmica”. O termômetro passou dos 30ºC em diversos dias. Pode parecer pouco pra gente que mora no Brasil, mas o mês de julho por lá costuma ficar entre 14ºC e 22ºC. Pense.

Termodinâmica, imagens de um verão histórico, por Michel Gomes

Michel aproveitou pra registrar a alegria das pessoas sob aquela luz linda, com uma estética bem escandinava – e a vantagem de poder fotografar até altas horas da noite, já que o sol se põe depois das 22h. Para isso, ele não precisava ir longe: o país tem uma das maiores costas da Europa, com 7.314 km de extensão (quase igual ao Brasil, que tem 7.367 km). “Há uma série de lugares públicos para curtir o verão, como essas estruturas de madeira que entram no mar e onde há diversos trampolins com uma arquitetura muito bacana”.

Termodinâmica, imagens de um verão histórico, por Michel Gomes

E as imagens são tão perfeitas que lembram os desenhos do cartunista americano Norman Rockwell, aquele que retratou o American Way of Life nos anos 1950. A cor da pele das crianças, os tons das roupas de banho combinando com as toalhas e as bochechas coradas remetem a um verão de sonho. “A luz perto dos polos é diferente da luz dos trópicos e isso gera fotografias bem diferentes das que a gente faz por aqui”, diz Michel. Os retratados parecem estar sob efeito de alguma substância, mas é só vitamina D mesmo. Vai lá pra se inspirar!

Até 3 de fevereiro na Casa Tegra. Rua Oscar Freire, 1009, São Paulo

Termodinâmica, imagens de um verão histórico, por Michel Gomes

Termodinâmica, imagens de um verão histórico, por Michel Gomes

Termodinâmica, imagens de um verão histórico, por Michel Gomes