diversão & arte

Oshun é um duo de deusas que você precisa conhecer agora

Por Mariana Caldas -

Aos 19 anos, Niambi Sala e Thandiwe são as deusas que deram vida ao duo Oshun, que no seu primeiro ano de vida já está dando o que falar nas quebradas nova-iorquinas.

Niambi Sala e Thandiwe se conectaram pela primeira vez em março de 2013 e tudo aconteceu muito naturalmente. O nome é uma homenagem energia de Oxum,a deusa yorubá das águas doces, da beleza, da riqueza, do amor e da fertilidade.

10898203_10205564688615708_6538395014299713139_n

As letras de Niambi Sala e Thandiwe trazem a força da espiritualidade e do resgate às raízes, mas também enfrentam o contexto político explosivo atual, de empoderamento da comunidade negra americana. E discutem com maturidade e consciência questões sociais.

E sua sonoridade vem de inspirações como Nas, Lauryn Hill, Erykah Badu, John Coltrane, Miles Davis e Herbie Hancock. Elas descrevem a sua musicalidade como iya sol, uma mistura de neo-soul e hip hop. “Juntas somos Oshun, um duo caracterizado pelo soul, pelo hip hop, pelo amor e dedicação a um propósito maior de empoderamento das mulheres, e de todas as pessoas, através da confiança, do orgulho cultural e do amor próprio”.

Depois de se apresentarem ao lado de lendas como Erykah Badu e Joey Bada$$, no Broccoli City Festival, em Washington, Niambi Sala e Thandiwe lançaram o seu mais novo disco, no fim de abril. “Asase Yaa” significa “Mãe Terra” e já foi ouvido mais de 100 mil vezes no Soundcloud.

11709_672271869540232_6416849400726243180_n

Em entrevista à Impose Magazine, as duas contaram um pouco do que gostariam de transmitir com o novo trabalho. “Permitir que a mulher negra, assim como qualquer pessoa, atinja a transcendência. Estamos presos na escravidão mental. Através desse projeto nós caminhamos para a libertação, libertando a nós próprias e tomando consciência de quem somos”.

10906473_628365527264200_5044364512607661573_n

Megulhe no mundo deNiambi Sala e Thandiwe.