tendência

Universo dos zines em SP é retratado no doc "Impressão Minha"

Por Fernanda Nascimento -

Há quem diga que o papel morreu. Jornais e revistas não param de fechar as portas. Mas existe um movimento que acredita na tinta e na caneta – e ele não para de crescer. São as publicações independentes, produzidas por artistas e editores que reinventam o papel como uma forma de expressão, quase um manifesto. Essa cena é o assunto do curta-metragem Impressão Minha, dos diretores Daniel Salaroli, Gabriela Leite e João Rabello, que será lançado nesse sábado (14) no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo.

A cada ano as feiras de publicações independentes movimentam mais de 40 mil pessoas só em São Paulo. Em 2017, a Feira Plana reuniu na Bienal de São Paulo 18 mil pessoas atrás dos livros, zines, quadrinhos, ilustrações e colagens. O projeto da jornalista Bia Bittencourt foi o primeiro desse tipo por aqui. Inspirada pela Art Book Fair, que conheceu numa visita a Nova York, ela decidiu organizar uma feira de publicações brasileiras. Depois de seis edições, a Plana acaba de abrir um novo espaço na Vila Madalena, em São Paulo, que serve tanto como livraria quanto biblioteca e base para cursos sobre assuntos como tipografia e fotografia.

Bia Bittencourt, criadora da Feira Plana | Foto: Thays Bittar/Reserva

Outro espaço que tem sua história registrada no documentário é a Banca Tatuí, a loja de Cecilia Arbolave, João Varella e Thiago Blumenthal, também à frente da editora Lote 42. Eles avisam: vendem livros, quadrinhos, zines, revistas, só independentes, sem preconceito. A banca na Santa Cecília, em São Paulo, surgiu para ser um ponto de encontro entre os interessados nesse tipo de publicação e ainda organiza shows no teto da estrutura instalada na calçada.

Banca Tatuí, em São Paulo | Foto: Reprodução/Facebook

Para refletir sobre o poder da arte impressa, o documentário também ouviu outros personagens importantes na história da cena de publicações independentes. Beto Galvão, criador e diretor da gráfica de risografia Meli-Melo, Bebeu Abreu, da Bebel Books, Douglas Utescher, da loja de quadrinhos Ugra Press, além dos artistas Kátia Fiera, DW Ribatski e Gilberto Tomé. Alguns deles estarão no lançamento do curta-metragem no MIS neste sábado, que também terá exposição, feira de publicações, discotecagem e debates.

Lançamento do documentário "Impressão Minha"
Sábado (14), 17h
Museu da Imagem e do Som (MIS)
Avenida Europa, 158, Jardim Europa
Grátis

Foto de abertura: Feira Plana, em São Paulo | Crédito: Reprodução