cenoura & bronze

5 lugares para almoçar ao ar livre

Por Fernanda Nascimento -

Não há nada melhor que abrir a janela e ver o sol brilhando no céu. No meio da correria das tarefas do dia a dia, das horas no escritório ou no trânsito, o almoço pode ser um refúgio para aproveitar um tempinho ao ar livre. Escondidos nas capitais brasileiras, garimpamos cinco restaurantes com mesinhas a céu aberto cercadas por árvores, uma vista estonteante ou tão perto da areia que é possível ouvir o barulho do mar entre uma garfada e outra. Anote esses endereços e bom apetite!

01.

Restaurante Rosso, Florianópolis (SC)

Camarões, polvos, lagostas e outros frutos do mar saem da cozinha em pratos fumegantes em direção às mesas montadas na varanda à beira-mar. A vista para a praia de Santo Antônio de Lisboa, no noroeste da ilha, é um dos temperos do restaurante Rosso (foto acima), do chef Alysson Müller. O cozinheiro catarinense, que comanda outros dois endereços em Florianópolis, abre mão das espécies marinhas mais famosas para dar lugar à peixes, moluscos e crustáceos da região, valorizando a matéria-prima local.
Rodovia Gilson da Costa Xavier, 201, Santo Antônio de Lisboa


Quintana Gastronomia
Foto: Reprodução/Facebook

02.

Quintana Gastronomia, Curitiba (PR)

Quem disse que um restaurante precisa de um menu pomposo para ser considerado um dos melhores da cidade? A casa comandada pela chef Gabriela Carvalho é a prova do contrário. O bufê servido diariamente no restaurante no bairro do Batel traz novas receitas a cada dia da semana, que variam de acordo com a sazonalidade dos ingredientes. Nos dias ensolarados, os lugares mais disputados são as mesas ao ar livre, dispostas sob a sombra de árvores frutíferas.
Avenida do Batel, 1440, Batel


Constantino Café
Foto: Reprodução/Facebook

03.

Constantino Café, Porto Alegre (RS)

Mesas e sofás com almofadas coloridas espalham-se pelos ambientes ao ar livre do restaurante. São tantas árvores, plantas e flores que é possível se esquecer que o Constantino Café está no meio da cidade. Aberto o dia todo, o restaurante que funciona no bairro Moinhos de Ventos desde 2005 serve pratos do menu à la carte e uma mesa de saladas no horário do almoço. Nos dias mais gelados, aquecedores são instalados no salão externo para não estragar a refeição debaixo do sol.
Rua Fernando Gomes, 44, Moinhos de Vento

meulugaraosol


Botanikafé
Foto: Sub Estudio/Divulgação

04.

Botanikafé, São Paulo (SP)

Recém-inaugurado na movimentadíssima região do Baixo Pinheiros, o Botanikafé ocupa o mesmo imóvel da loja Casa Tropi e do estúdio de design Cipó. Tocado pelo casal Manu Albuquerque e Felipe Scarpa, o foco aqui é o brunch, aquela refeição que serve de ponte entre o cafe da manhã e o almoço. Entre as treze opções, experimente a Avobene, cuja receita traz avocado, ovo poché, espinafre, rabanete, molho hollandaise e farofa de bacon no pão da casa. As mesas espalhadas no agradável jardim do sobrado costumam lotar cedo, principalmente aos fins de semana. Funciona de quarta a domingo, das 9h30 às 16h30.
Rua Padre Carvalho, 204, Pinheiros


Aprazível
Foto: Reprodução/Facebook

05.

Aprazível, Rio de Janeiro (RJ)

No alto do bairro de Santa Teresa, o restaurante da chef mineira Ana Castilho tem uma vista de tirar o fôlego. É possível enxergar a Baía de Guanabara e todo o centro da capital carioca entre uma garfada da galinhada caipira e um gole de uma das bebidas tradicionais da casa. O salão de pé direito altíssimo é todo decorado em madeira e palha, mas são as mesas ao ar livre as mais disputadas do Aprazível. Chegue cedo para conseguir um lugar na varanda e experimentar um almoço panorâmico.
Rua Aprazível, 62, Santa Teresa