Inspiração

Old, but gold: IDEA transforma revistas velhas em objeto de desejo

Por - 9/09/2016

Há quem ache que lugar de revista antiga é o lixo ou, no máximo, uma sala de espera de médico. Mas a IDEA veio quebrar esse tabu e mostrar ao mundo que o conteúdo de diversas revistas é fonte inesgotável para pesquisadores e curiosos de qualquer área.

Tudo começou com uma curadoria de livros e revistas antigos mais cool da moda, da arte e do design, vendidos via pedidos no inbox de uma das contas mais legais do Instagram, a @idea.ltd. Logo depois eles ganharam as prateleiras da hypada Dover St. Market de Londres e Nova York e muito recentemente ao lado de peças da Comme Des Garçons Trading Museum em Paris.

Os achados, ou melhor, as relíquias da IDEA vão desde zines de jovens da Rússia pós-União Soviética, passando por publicações super exclusivas de fotos do backstage de “Kids” de Larry Clark (provavelmente já esgotadas a essa altura), álbum de figurinhas da Fiorucci, fotos de Terry Richardson, a exemplo do livro “Skinny”, que abre esse post, e qualquer publicação que tenha a Chloë Sevigny na capa.

A marca agora cresceu e deixou de lado o foco exclusivo em livros e revistas antigas e também começou a publicar o próprio material, além de criar algumas camisetas “100% cotton and cool” à la Vêtements – Gosha Rubchinskiy, aliás, já assina uma das publicações próprias da IDEA, o Gosha Transfiguration.

Em dez anos, espere encontrar a “Boys Don’t Cry” do Frank Ocean por lá… E, ao contrário de Frank, eles entregam no mundo todo.

ideanow.online
instagram.com/idea.ltd  

Populares