comer & beber

Os melhores endereços pra fazer o brunch dos sonhos em São Paulo

Por Laura Cesar -

Fazendo uma ponte entre o café da manhã e o almoço, o brunch é a refeição vital dos preguiçosos. E segue na moda, com novos endereços oferecendo um cardápio especial em várias partes de São Paulo. Uma mistura das palavras inglesas breakfast (café da manhã) e lunch (almoço), ele costuma acontecer aos finais de semana, entre o final da manhã e o começo da tarde. No cardápio, a regra é não ter regra. Além de todas as delícias matinais tradicionais, há lugar para de tudo um pouco – como sanduíche com avocado, ceviche, caponata de jaca e prosecco, servidos nos endereços a seguir que selecionamos junto com o Expedia Brasil. Bom apetite!

Atenção: este post foi atualizado no dia 15 de julho de 2019 com novos lugares, informações e horários. A imagem que abre o post é meramente ilustrativa.

BotaniKafé

Felipe Scarpa, do Mr. Poke, e Manuela Albuquerque comandam esse café que serve um brunch de responsa. O sucesso da primeira casa, em Pinheiros, foi tão imediato, que tiveram que transferir o BotaniKafé para um imóvel maior – e ainda mais lindo e florido – onde antes funcionava a pizzaria Piola, na alameda Lorena, no Jardins. O avobene leva duas torradas com creme de avocado e ovos poché por cima, com molho holandaise pra arrematar. É imenso mas, se a fome persistir, peça um bowl com smoothie de açaí, banana, granola e coco em lascas de sobremesa. Há também os mais tradicionais, como o brioche na chapa e ovos mexidos.
Alameda Lorena, 1765, Jardins


HM Food Café

O sanduíche que leva abacate, ovos mexidos e coalhada, assim como o pão de fermentação natural produzido por Hanny Guimarães, são algumas das estrelas do brunch servido aos sábados e no último domingo do mês, sempre das 10h às 15h, no HM Food Café, dos sócios Hesli Carvalho e Murilo Nogueira. O menu acompanha suco, café e um doce. Além da gastronomia, o local também abriga oficina de motos e salão de beleza. A poucos passos dali está o Sesc Pinheiros, que oferece uma programação cultural variada o ano todo.
Rua Ferreira de Araújo, 1056, Pinheiros


Padoca do Maní

Projetado para ser um pedacinho do interior na cidade, com decoração rústica, hortas no jardim e cheirinho permanente de bolo recém-saído do forno, a Padoca do Maní, da chef Helena Rizzo, serve o “Brunch Padoca”, em que figuram delícias como tostada de salmão defumado, saladinha verde com granola salgada e torradinhas de focaccia com creme de queijo e ervas. A casa também oferece opção vegana, com cestinha de pães, geleia de frutas vermelhas, ricota de amêndoa, tofu mexido com cúrcuma, iogurte de coco com chia, granola de cranberry e pistache, além da tradicional média com leite de amêndoas. Durante a semana é servido das 7h30 às 19h30; aos sábados até às 17h30; e domingo, 15h.
Rua Joaquim Antunes, 138, Pinheiros


PÃO - Padaria Artesanal Orgânica

Fornadas com pães quentinhos que privilegiam ingredientes naturais e o levain, ou fermento natural, é a pegada da PÃO - Padaria Artesanal Orgânica -, inaugurada há 11 anos numa casinha na Bela Cintra, Jardins. Os anos passaram e o sucesso deu espaço ao crescimento, com novos endereços inaugurados por São Paulo. Aos sábados, domingos e feriados, a padaria abre as portas pro brunch da PÃO, com direito à ovos mexidos, salada de frutas, pães, bolos e outras opções orgânicas e artesanais. A melhor parte é que funciona no estilo buffet, tudo à vontade, pra se deliciar sem restrições.
Nas unidades de Pinheiros, Vila Nova Conceição e Mário Ferraz (fim de semana e feriados)
Na unidade da Vila Madalena (somente domingo e feriados)


Isla Café

O brunch, aos sábados é o grande momento do Isla Café. A partir das 11h, pode-se pedir um shakshuka, prato da culinária árabe, com legumes ao molho de tomate e ovos escalfados por cima. Tem ainda um sanduíche no brioche com polvo, chorizo e maionese picante, e uma outra versão no pão tostado com barriga de porco, abacate, tomate, cebola roxa, picles e rúcula. Ao lado do deck ensolarado, há uma vitrola antiga onde os visitantes podem tocar seus discos.
R. Simão Álvares, 97, Pinheiros


Urbe Café Bar

As paredes grafitadas e os jovens descolados sentados em banquinhos ou nas mesas dispostas na calçada dão o tom do Urbe Café Bar. Nos finais de semana, o brunch começa a ser servido às 9h e segue até às 16h. O combo leva salada de frutas, iogurte com granola, bolo caseiro, cesta de pães e suco de laranja. Para acompanhar, experimente o refresco urbano, que leva mel, limão e capim santo.
Rua Antônio Carlos, 404, Consolação


Futuro Refeitório

As irmãs Gabriela e Karina Barreto queriam um lugar descolado para fazer comida de verdade, café selecionado e ótima música. Há dois anos elas encontraram o local perfeito, em Pinheiros, para instalar o restaurante Futuro Refeitório, que já caiu no gosto do paulistano e conta com brunch completo aos finais de semana. Da torrada de fermentação natural com ricotta caseira ou doce de leite da casa, aos pratos mais elaborados, como a salada de arroz preto com cogumelos, ervilha torta e avocado, o menu tem pra todos os paladares. Tudo isso rola até às 16h.
Cônego Eugenio Leite, 808, Pinheiros


Vista Café

Ingredientes inusitados e com toque brasileiro compõem o cardápio do Vista Café, que funciona no mezanino e no terraço do Museu de Arte Contemporânea (MAC-USP), no Ibirapuera. O prédio de Oscar Niemeyer e a vista para o parque já são um programa, mas o cardápio assinado por Marcelo Corrêa Bastos, chef do Jiquitiaia, completam a atração. Uma das melhores pedidas para o brunch é a torrada de pão integral com ovos fritos, abacate e tomate assado. Ou o sanduíche de taleggio e caju ameixa no brioche. 
Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301, Ibirapuera


Sweet Pimenta

Entre as quatro unidades do Sweet Pimenta em São Paulo, só a do Itaim Bibi oferece o brunch, sempre aos sábados e domingos. As receitas se dividem em três mesas muito bem servidas das 10h30 às 17h. Na primeira estação estão as saladas, que podem acompanhar pratos quentes como a quiche de alho poró ou a torta de brie e nozes. Há ainda um espaço dedicado exclusivamente às sobremesas. Aproveite as mesas grandes espalhadas pelo salão para reunir a turma no final de semana.
Rua Dr. Mario Ferraz, 577, Itaim Bibi


Emiliano

Não é preciso reservar um quarto para conhecer o sofisticado hotel instalado na Rua Oscar Freire. Nos finais de semana, o Emiliano abre as portas para um brunch servido do meio-dia às 16 horas. Na hora de escolher entre os 36 itens inclusos no cardápio, não deixe de experimentar os famosos ovos benedict. Se a fome estiver mais com cara de almoço do que de café da manhã, há pedidas como o carpaccio de carne com molho de mostarda dijon.
Rua Oscar Freire, 384, Jardim Europa


Simplesmente

QG e cozinha do e-commerce Simplesmente, que vende comidinhas saudáveis e sustentáveis – com ingredientes orgânicos e sazonais fornecidos pela Fazenda Santa Adelaide –, a Casa S oferece um sunday brunch (R$ 59), das 10h às 16h. Waffles veganos e salada de lentilha rosa com molho de gengibre, espinafre e chutney de cebola roxa são alguns dos destaques.
Rua Mourato Coelho, 1008, Vila Madalena


Camden House

O tradicional english breakfast entra em cena aos finais de semana no brunch à la carte servido até às 16h na Camden House: linguiça, dois ovos fritos, cogumelos paris grelhados, tomate assado, bacon, pão e feijão compõem o grandioso prato, que custa R$ 42. Aproveite para visitar a vizinha Galeria Marilia Razuk, sede de boas mostras de arte contemporânea.
Rua Manuel Guedes, 243, Itaim Bibi


Mosteiro de São Bento

Um dos mais cobiçados brunches da cidade é o do Mosteiro de São Bento, que acontece no último domingo do mês e oferece, além de iguarias feitas pelos monges que ali residem, receitas sofisticadas de grandes chefs da cidade – acompanhadas de um prosecco. O evento inclui ainda uma visita guiada pelo mosteiro e, para os que quiserem, missa com canto gregoriano. Mas atenção: é preciso fazer reserva com um mês de antecedência.
Largo de São Bento, s/nº, Centro


Paribar

Cercado de verde, talvez você se sinta numa praça de interior, mas o Paribar está no centro de São Paulo, ao lado da Biblioteca Mário de Andrade, num ponto que fervia entre as décadas de 1950 e 1970. Reinaugurado nos anos 2000, o Paribar explora a história da culinária paulistana e resgata ingredientes em criações como a mimosa com espumante Mumm e cambuci (fruta que já foi abundante na cidade).
Praça Dom José Gaspar, 42, República


Heute Bar e Brunch

A primeira vencedora do Masterchef Brasil, Elisa Fernandes, é o nome por trás dos pratos do Heute Bar, recém-inaugurado no bairro Santa Cecília. Aos sábados e domingos, a partir das 11h, o brunch toma conta do espaço da modelo Ellen Milgrau, e é possível desfrutar das mais diversas tostadas, como as famosas de salmão com burrata e ovo mole com bacon. Para beber, tem café, sucos ou drinks para quem quer emendar a noite.
Aureliano Coutinho, 26, Santa Cecília

Quer saber mais sobre o que fazer em São Paulo e nos arredores? Confira mais dicas imperdíveis aqui

Foto de abertura: tbralnina/iStock