Vibes

Museu da Maconha abre em Los Angeles pra questionar tabus e é uma viagem

Por Laura Cesar -

Adorada por uns e odiada por outros. Parece que não existe meio-termo quando o assunto é maconha. Mas distanciando-se das preferências pessoais e dos estereótipos que cercam o seu consumo, já faz tempo que presenciamos países como Canadá, Uruguai e mais de uma dezena de estados dos EUA a liberar o uso recreativo e/ou medicinal cannabis e movimentar um mercado bilionário e super diversificado – falamos sobre o tema diversas vezes aqui no The Summer Hunter: aqui, aqui, aqui e nesta série em quatro capítulos. E é buscando preservar todos os efeitos positivos gerados após anos de mobilização pela liberação da erva que a plataforma americana dedicada a discutir as variedades de cannabis e encontrar farmácias locais Weedmaps acaba de inaugurar, em Los Angeles, EUA, o Museum of Weed, uma viagem ao tempo na história – longa e cheia de nuances – da maconha.

weed-museum-maconha-los-angeles-california-5

Dividido em sete exposições imersivas, o museu destaca o papel da cannabis em diferentes épocas nos Estados Unidos, abordando desde as suas raízes ancestrais e como era utilizada pela população antes da proibição, passando pelo século XX, período de boom da maconha após a Lei Seca, entre os anos 1920 e 1933, até chegar na revolução da contracultura, geração que trouxe a erva para o cenário mundial como um símbolo de rebelião e amor. A mostra também explora as consequências geradas pela guerra às drogas, fala dos tabus que foram sendo construídos com o passar dos anos e como a cultura pop e o uso medicinal ajudaram a mudar sua reputação na América – e no mundo. A exposição atual fica em cartaz até 29 de setembro.

weed-museum-maconha-los-angeles-california-3

Aberto ao público desde sábado, 3 de agosto, o espaço também celebra a erva em instalações de arte, laboratório, loja e – yummy! – cafeteria que serve pratos criativos feitos com cannabis às segundas. Tudo bem cool e interativo. Os ingressos custam US$ 35 e exigem hora marcada realizada no momento da compra. E para os curiosos, venda e uso da erva é permitida somente nas ruas da Califórnia. No museu, a brisa se restringe no seu ar psicodélico.

Fotos: Gina Coleman/Weedmaps