viagem

Foz do Iguaçu e arredores: tour exclusivo pelo Parque das Aves

em parceria com

Por Fernanda Nascimento -

As portas ainda não se abriram para o público quando os primeiros visitantes chegam ao Parque das Aves, uma das atrações mais procuradas em Foz do Iguaçu – todos os anos, mais de 800 mil pessoas passam por ali. É a primeira turma do Backstage Experience, um tour imersivo pelo parque onde vivem cerca de 1400 aves. Além de ver de perto animais como tucanos e papagaios, os visitantes ainda podem participar da alimentação, circular por áreas restritas ao público e conhecer a história dos pássaros, que na maior parte das vezes chegaram ali depois de serem resgatados. “Para o visitante é uma experiência incrível porque ele pode estar muito mais próximo dessas aves do que na natureza”, diz Andressa Lima, uma das monitoras do passeio.


Dentro de um dos viveiros distribuídos pela área de 16 hectares, os inscritos na experiência pelos bastidores são acomodados em tocos de madeira fincados no chão. Chegou a hora de alimentar os flamingos e, logo que as tigelas são entregues nas mãos de cada um, não demora nem um minuto para se ver cercado pelos animais. Ali também estão os guarás, que, contam as guias que acompanham a experiência, ganham penas vermelhas quando adultos por conta do caroteno encontrado na casca do caranguejo, sua principal fonte de alimentação. O mesmo acontece com os flamingos, que nascem cinzas ou brancos e só ficam com aquela coloração rosada depois de crescidos.

O urutau, um pássaro simpático que parece ter saído de um desenho animado, é ainda mais amigável com os visitantes. É possível dar comida direto em sua boca em uma paradas do tour que dura cerca de 1h30. Os tucanos também costumam fazer parte do roteiro desse passeio interativo, que muda o tempo todo para não estressar os animais. Caminhando pelas trilhas abertas no meio da Mata Atlântica, os visitantes também conhecem as áreas abertas à visitação regular, como o enorme viveiro onde moram quase uma centena de araras e o jardim de borboletas.

Parque das Aves
Foto: Diego Lajst

O Parque das Aves foi inaugurado em 1994 como um sonho do empreendedor sul-africano Dennis Croukamp e sua mulher, Anna, que está à frente das operações desde a morte do marido. Muito além de um zoológico, o parque é também um centro de conservação e recuperação de espécies da Mata Atlântica. Mais de 50% dos animais que estão ali foram apreendidos pela polícia – a região de tríplice fronteira aumenta a oferta de aves traficadas, que já foram retiradas de seu habitat e precisam de um lugar para viver. A outra parcela nasceu ali mesmo ou foi permutada com outras instituições para garantir a variabilidade genética. “As pessoas ficam surpresas e comovidas com as histórias dos animais”, conta Andressa Lima, monitora do parque. “Quando você chega tão perto das aves e entende que elas não estão aqui simplesmente para a exibição, sai muito mais consciente sobre a conservação e a preservação dessas espécies”.

Parque das Aves
Foto: Ricardo Moreno

Backstage Experience
Parque das Aves
Av. das Cataratas, 12450, Foz do Iguaçu
R$ 200
parquedasaves.com.br

Foto de abertura: Diego Lajst