lifestyle

Um papo com as criadoras da C-Heads

Por Mariana Caldas -

Já faz tempo que a C-Heads Magazine está nos nossos favoritos. Em tempos de excessos de imagem e informação, às vezes é difícil encontrar um lugar que realmente vale a pena dedicar um pouco do nosso tempo; e é muito bom encontrar um cantinho para navegar e expandir.

Criada em 2006, a C-Heads é arte das irmãs Sigrun e Christine Guggenberger, e foi a primeira online mag da Áustria. Sete anos depois, o olhar certeiro das duas austríacas já conquistou pessoas do mundo inteiro e segue sendo uma fonte de inspiração e referência diária e linda na web e também numa elegante versão impressa, em sua 32ª edição.

Conversamos um pouco com Sigrun sobre o início de tudo, suas inspirações, e claro, descobrimos o que ela mais gosta de fazer no verão.

pe66288_223090624_n

Quando você e Christine decidiram criar a C-Heads? O que estava acontecendo na vida de vocês?
Começamos em 2006. Christine já estava trabalhando em Vienna, eu vivia em Londres e estava trabalhando para Vivienne Westwood. Começamos a criar a C-Heads fora do nosso horário de trabalho e fomos a primeira revista online da Áustria. Engraçado é que quando a gente era pequena adorávamos brincar decriar revistas juntas – acho que era apenas uma questão de tempo para resgatarmos esse hábito.

10247480_10152309277766046_6232674453650900929_n

Qual o conceito vocês queriam criar quando começaram?
Não tínhamos um conceito claro, mas queríamos criar alguma coisa visualmente atraente e interessante. Era também uma tentativa de inventar e tentar coisas novas. Teve muito aprendizado, evolução e entendimento do que funcionava e do que não dava certo no início. Não acho que imaginávamos que continuaríamos por tanto tempo. Mas de alguma maneira a C-Heads se tornou uma parte muito importante das nossas vidas, que cresceu e mudou junto com a gente, ao longo do caminho.

Sem tsfítulo

Hoje a C-Heads é uma referência de inspiração no mundo inteiro. Quase um jeito de ver a vida visualmente. Como vocês se sentem em relação a isso?
Muito obrigada. Nos sentimos incrivelmente felizes com o retorno lindo que recebemos. É muito bom saber que as pessoas conseguem sentir a energia e o amor que nós colocamos nesse projeto.

1238112_10151573806226046_1462875013_n
10560431_10152267694216046_7725651710776201760_o

Como foi esse caminho? Quais foram as maiores dificuldades e as coisas mais incríveis que aconteceram de lá para cá?
As maior dificuldade foi continuar por tanto tempo, apesar da grande carga de trabalho, e mesmo assim seguir acreditando no que estávamos fazendo. Acho que a coisa mais incrível são todos os encontros, as pessoas lindas que conhecemos ao longo do caminho e a inspiração que recebemos delas e dos seus trabalhos. E toda vez que seguramos a nossa nova edição de papel na mão nos sentimos muito orgulhosas.

O que inspira vocês?
Natureza, música, fotografia, livros e viagens.

1056_n

Qual a sua estação do ano preferida?
Eu amo o verão. Mas eu também amo a primavera e o seu despertar da natureza e o outono com suas cores inacreditáveis. A estação que eu gosto menos com certeza é o inverno, especialmente aqui em Berlim. É frio e cinza para sempre. Mas mesmo assim eu consigo encontrar um ponto bom nas épocas mais geladas; talvez não seja tão mal ter esse tempo para se acolher e recarregar.

O que você gosta de fazer quando está calor lá fora?
Depende de onde estou. Em Berlim a melhor coisa para fazer é ir para um lago e nadar para se refrescar. Mas o que eu amo mais é o mar. Então se eu puder escolher sempre vou querer ir para a praia e ficar deitada na sombra ouvindo o mar.

16029_10152246786771046_7274545136820324597_n
1382061_10151661325101046_1980259030_n
1602176_10152418169301046_8924584068947801372_o10857896_10152461031496046_5035278903062743020_n
sjfo
1_n